Tempo nada mais é do que um processo mental. Todos já vivemos a experiência de aguardar por cinco minutos, que nos pareceram horas, ou ter uma hora para terminar algo extenso, e esta uma hora passou como se fosse poucos minutos. Tempo depende portanto de organização mental. Eleger prioridades e aplicar disciplina para sua execução.

Priorizar significa tomar decisões, escolher entre alternativas. Precisamos construir o hábito de priorizar atividades em nossa vida. Tudo o que fazemos é resultado de hábitos que possuímos, assim se quisermos alterar nosso uso do tempo, temos que mudar nossos hábitos. Planeje sempre o seu dia, porém não se esqueça de deixar 25% não planejado para imprevistos, pois eles acontecem.

Habitue-se a ter tempo! Nossa cultura popular nos faz acreditar que só estamos produzindo bem, quando usamos todo o tempo disponível. Temos que rever nossas crenças e ter tempo para refletir, organizar, pensar e relaxar. Assim estaremos com equilíbrio suficiente para saltar de problemas para soluções. Ao planejar estabeleça critérios de prioridade, como por exemplo: essenciais (precisam ser feitas), complementares (atividades para delegar), desejáveis (se não forem feitas não atrapalharão em nada).

Não esqueça de planejar atividades pessoais como ir à academia, sair com os filhos, estudar, atividades de lazer, etc. Se não nos condicionarmos a ver nossa vida como um todo, corremos o risco de perder boa parte dela. Cuidado também com a protelação, não deixe nada para depois, comece e termine. Todas as pendências que permitimos em nossa vida acabam usando um tempo em nossa mente e impedem que nossas atividades fluam com o ritmo desejado.

Dentro do possível não deixe nada pendente. Trabalhe com cronograma e estabeleça uma data alvo anterior ao limite que você possui. Para desenvolver a tomada de decisões é importante realizar o descarte: eliminar objetos e papéis que não se usa mais. Porque temos que estar mais leves e livres para viver nossa vida. Tempo e vida são sinônimos.

Faça uma experiência, troque a palavra tempo de suas frases corriqueiras pela palavra vida, por exemplo, quando você diz: “Não tenho tempo para isso agora.”, você na verdade está dizendo: “Não tenho vida para isso agora.” Pense com profundidade nesse conceito e muitas das suas decisões ficarão mais fáceis e sua vida mais fluída.

Por fim, o passo mais importante na boa gestão do tempo: diga SIM para o que você quer e NÃO para o que não quer. A gente vive fazendo o contrário, assumindo compromissos que não desejamos e abrindo mão de atividades que queremos viver. O uso do tempo é o resumo da qualidade da vida. Ao fazer um bom uso do tempo você está construindo todas as condições para desfrutar de uma boa vida. Reflita sobre isto. Suerte

Autora: Dulce Magalhães Ph.D em Filosofia, escritora, palestrante e coach. www.dulcemagalhaes.com.br
Autora: Dulce Magalhães
Ph.D em Filosofia, escritora, palestrante e coach.
www.dulcemagalhaes.com.br

 

One Pingback/Trackback