Todos sabemos que os padrões de beleza determinados e pela sociedade pela mídia são preconceituosos e todos os dias causam problemas sérios na vida de muitas pessoas.
A obesidade não é saudável, isso é uma verdade, porém não é menos verdade que qualquer pessoa um pouco acima do peso está sujeito a todo o tipo de ofensas a respeito de sua aparência.

Foi o que aconteceu com Stephanie Seabrook, uma americana de 28 anos, que pesava 154 kg, antes de fazer uma cirurgia de abdominoplastia, e que viu nas agressões verbais uma forma de chamar atenção do mundo. Ela escreveu todas as piadas cruéis que recebeu sobre seu corpo na região abdominal e tudo o que ela própria tinha vontade de gritar na frente do espelho. São palavras como “depressão“, “raiva“, “sem sexo” ou “cara de bunda” que faziam parte do dia a dia.

A ideia seria cortar as peles para tentar fazer as pazes com as memórias daquilo que um dia sofreu.

Fotos © Caters News Agency
fonte: hypeness.com.br