Feminilidade estonada - Crédito: Josh Willink @ pexel

Por Marcelo Rodrigo Campos, Psicanalista.

Fui em busca de um presente de aniversário para uma amiga. 33 anos. Mãe, profissional, mulher. Não demorei para encontrar. Uma camiseta preta, estonada, estampada com delicadas flores.

Eu não queria escrever errado. Ao pesquisar como se escreve a palavra estonada, aprendi o que significa. Algo estonado é algo desgastado, algo que perdeu a casca. E esse desgaste se dá por abrasamento. O que é abrasar? É desgastar fisicamente, por fricção.

Percebi então que é possível falar de uma feminilidade estonada, gasta pelas fricções físicas e emocionais oferecidas pela existência. E qual o saldo da estonagem? Uma “roupa” mais confortável, mais autêntica, mais coerente com quem a usa, correspondente a sua própria história.

Muito amor em sua vida sempre, minha amiga. E a todas que, como você, se permitem florescer após cada estonagem…