Meninas, compartilho com vocês um pouquinho de poesia das minhas raízes persas. Olhem que bonito!

Abaixo do vídeo, compartilho a tradução em português.

Oh … Sol, desponte para que os átomos dancem
És Aquele que faz com que a terra e os céus dancem
Almas alegres, em êxtase, dançam
Eu sussurro em seus ouvidos onde é que eles dançam
No deserto ou no espaço
Nas matas e no ar
Venere cada átomo existente
Porque eles também, como nós
Estão confusos e maravilhados
Seja no estado de grande prazer
Ou no estado de tristeza profunda
Cada átomo,
Pelo Sol inefável, é mistificado e fica perplexo