Cheesecake japonês delicioso de 3 ingredientes

Além de ser uma delícia, só leva 3 ingredientes e fica pronta muito rápido. Qualquer pessoa a vai conseguir fazer. Esta tortinha é simplesmente incrível!
Não perca tempo com receitas extravagantes e complexas!
A receita desta maravilha se tornou uma “febre” na internet recentemente, com o nome de “cheesecake japonês”. Quando você vir o resultado, também não vai resistir. Mas cuidado para não se viciar…

Ingredientes:
3 ovos
120g de chocolate branco derretido
120g de cream cheese
Passo-a-passo:
Pré-aqueça o forno a 170º C. Separe os ovos e coloque as claras em uma tigela grande. Deixe as claras descansarem na geladeira enquanto prepara os outros ingredientes. Isto torna o merengue mais firme.
Coloque o chocolate picado em uma tigela grande. Derreta-o em banho-maria. Em seguida, adicione o cream cheese e misture bem. Retire a tigela do banho-maria, junte as gemas e novamente misture
Retire as claras da geladeira e bata na batedeira até obter uma consistência bem firme. Você pode testar a consistência virando a tigela de cabeça para baixo.
Adicione 1/3 do merengue na massa do cream cheese e misture bem com uma espátula. Em seguida, adicione o restante do merengue e misture bem.
Utilize uma forma redonda, forrada com papel manteiga. Asse em banho-maria a forno de 170º C, durante 15 minutos. Então, abaixe o fogo para 160º C, durante mais 15 minutos. Por fim, desligue o forno e deixe o cheesecake por mais 15 minutos no calor.
Retire a forma do banho-maria e deixe esfriar completamente.
Você pode servir imediatamente ou deixar na geladeira antes de servir! Você pode acrescentar geléias, caldas ou polvilhar com açúcar de confeiteiro ou chantilly para finalizar.

Super fácil não é? A torta fica tão bonita e apetitosa que nem parece que se usa apenas 3 ingredientes.

3 sucos DETOX para começar a semana

Um dos assuntos mais visados da atualidade é “emagrecer com saúde” e as dietas detox, que aliam alimentos funcionais à necessidade de acelerar o metabolismo e queimar mais calorias durante os exercícios físicos. Nunca foi tão fácil fazer dieta sem prejudicar a saúde e gastando pouco. Sem falar que um combo de benefícios para a saúde acompanham o almejado emagrecimento, já que os principais ingredientes envolvidos também possuem efeitos antioxidante, anti inflamatórios, bons para a circulação, pele, digestão etc. Misturar verduras, frutas, legumes e folhas tem se mostrado uma receita de sucesso rumo à saúde e ao corpo perfeito e por isso separamos para vocês as melhores receitas de sucos detox testadas por nós:

SUCO AMARELO

Ingredientes:

  • 1 colher de gengibre ralado
  • 2 fatias de melão
  • 1 colher de linhaça
  • ½ copo de água
  • Como Fazer:
    Bata todos os ingredientes e consuma sem coar.

    SUCO LARANJA

    Ingredientes:

  • 3 colheres de gojiberry
  • 1 cenoura com casa e picada
  • 1 colher de gengibre
  • Como Fazer:
    Bata todos os ingredientes e consuma sem coar.

    SUCO VERDE

    Ingredientes:

  • 1 copo de água de coco
  • 1 colher de gengibre
  • 1 folha de couve
  • Como Fazer:
    Bata todos os ingredientes e consuma sem coar.

    fonte: fhits.com.br, mdemulher.com.br

    Melissa Corrêa
    Melissa Corrêa
    Designer, Marketeira, melissacorrea.niponica.net

    Palmirinha Onofre, ensina receitas na internet aos 84 anos!

    A querida Palmirinha Onofre, culinarista da TV, aos 84 anos, vai ensinar receitas na internet! Serão quatro episódios, que vão ao ar às quintas-feiras no site eduK, a primeira temporada da websérie estreia no dia 21 de janeiro das 10 h às 12 h.

    A transmissão será ao vivo e gratuita. A culinarista ensinará duas ou mais receitas simples por episódio, no estilo “faça e venda”. Anota aí na agenda!

    A vovó Palmirinha tambem tem site próprio, veja aqui.

    Aqui no Questão de Mulher tambem te ensinamos receitinhas maravilhosas para quem quer manter a linha e cuidar da saúde:

    Suco que afasta a preguiça e o cansaço
    Bolo de Casca de Banana
    Pizza de abobrinha com Queijo Fundido
    Sobremesa de Maçã Cozida com Suco de Uva

    Melissa Corrêa
    Melissa Corrêa
    Designer, Marketeira, Conheça o seu trabalho aqui

    Dicas e receitas sobre alimentação na Menopausa

    O climatério é a fase em que ocorre a transição do período reprodutivo da mulher para o período não fértil e, acontece em decorrência da diminuição da produção de hormônios pelos ovários. Os efeitos colaterais dessa queda hormonal são muitos como, por exemplo, humor instável, irritabilidade, ondas de calor, alterações urogenitais e de humor e maior risco de desenvolvimento de osteoporose.

    Porém, os efeitos da queda hormonal podem ser minimizados com uma alimentação balanceada. Certos tipos de alimentos ajudam na modulação de reações bioquímicas do organismo. A dica principal é optar pelos que possuem ação estrogênio-símile, como as isoflavonas encontradas na soja; o resveratrol presente nas uvas roxas, no açaí, na jabuticaba e na amora; as lignanas encontradas na linhaça.

    Para a manutenção de um metabolismo ósseo saudável, a dieta deve ser rica em resíduos alcalinos, pois a menopausa propicia a diminuição da densidade óssea. É necessário entender que isso acontece pela redução do pH sanguíneo. Se o sangue fica com o pH menor que 7,35 favorece a diminuição da microarquitetura óssea, causando a osteoporose.

    Mas nem tudo são más notícias! Esses sintomas podem ser controlados por três grandes aliados: os vegetais, as frutas e os cereais integrais. O brócolis, o agrião, a rúcula e a couve-manteiga são excelentes opções que merecem especial atenção. O leite seria uma ótima fonte de cálcio porém, para ser absorvido, depende da presença de magnésio e o leite não é boa fonte de magnésio. O magnésio vai favorecer absorção do cálcio pelas nossas céllulas. Portanto, se tivermos muito cálcio, mas pouco magnésio, não há garantia de formação de massa óssea. No leite, a biodisponibilidade (disponível para a absorção) de cálcio é de 32%, enquanto que em vegetais em tons verde escuro fica entre 50% e 61%.

    nutricao-na-menopausa-alimentos-recomendados-nesta-fase-2Quanto aos fogachos ou ondas de calor,a soja e a linhaça também se mostraram ótimas aliadas na diminuição desse sintoma.

    Para conseguir bem estar e qualidade de vida nesta fase aposte em continuar uma dieta equilibrada, saudável, colorida e o mais natural possível, evitando ao máximo alimentos processados!


    A seguir, receitas que podem contribuir para a diminuição dos sintomas do climatério:

    Granola da harmonia

    Ingredientes
    ¼ xícara de chá de uvas passas
    01 colher de chá de canela
    ¾ xícara de chá de mel de abelhas
    ⅓ xícara de chá de amêndoas cruas picadas
    ⅓ xícara de chá de semente de linhaça
    ⅓ xícara de chá de gergelim
    ½ xícara de chá de óleo de canola
    04 xícaras de chá de aveia integral
    ½ colher de chá de noz moscada ralada

    Modo de Preparo
    Colocar em uma tigela a aveia, o gergelim, as amêndoas e as sementes de linhaça. Em seguida salpicar a canela em pó, a noz moscada e misturar bem. Acrescentar o óleo e misturar novamente muito bem. Colocar o mel e misturar novamente para envolver toda a mistura com mel. Forrar 2 assadeiras (30 cm) com papel manteiga e espalhar metade da granola em cada uma para montar uma camada bem fina. Assar por 30 minutos em forno pré-aquecido a 180ºC. Ficar atento, pois apesar de parecer úmido, a granola estará no ponto. Retirar do forno e deixar esfriar, depois de fria, ela ficará crocante. Acrescentar as passas e armazenar em potes herméticos.

    Gel de Linhaça

    Ingredientes

    02 colheres de sopa cheias de linhaça dourada
    água filtrada

    Modo de Preparo
    Colocar a linhaça em um copo de vidro e cobrir com água filtrada. Deixar de molho de um dia para outro. Adicionar o gel e a linhaça batidos em sucos.

    Pão de Inhame com Aveia

    Ingredientes

    02 colheres de sopa de mel
    30g de fermento para pão
    03 inhames tamanhos médios cozidos e amassados
    ½ xícara de chá de óleo de canola
    03 ovos inteiros
    01 xícara de chá de iogurte de soja caseiro
    04 xícaras de chá bem cheias de farinha de trigo
    01 xícara de chá de farinha de aveia flocos finos
    02 colheres de sopa de semente de linhaça
    01 pitada de sal
    01 gema de ovo pra pincelar

    Modo de Preparo
    Dissolver bem o fermento no mel. Acrescentar os demais ingredientes e misturar bem com as mãos (a massa deve grudar um pouco nas mãos que é para o pão ficar bem macio). Moldar os pãezinhos no formato desejado. Pincelar com a gema do ovo e cobrir com um plástico. Deixar crescer até dobrar de volume (mais ou menos 40 minutos). Levar para assar em forno médio por 40 minutos ou até ficar bem corado e seco por dentro.

    Vitamina Funcional

    Ingredientes
    01 copo de 240mL de extrato de soja
    01 colher de chá de cacau em pó
    01 banana
    01 colher de sopa de amaranto
    01 colher de sopa de gel de linhaça
    02 nozes
    Gelo
    Mel

    Modo de Preparo
    Bater todos dos ingredientes no liquidificador.

    fonte:

    Melissa Corrêa
    Melissa Corrêa
    Designer, Marketeira, Amante da Saúde e Viajante

    Leite vegetal: 12 receitas fáceis

    Os leites vegetais são são excelentes soluções para pessoas com alergias e intolerância à lactose e as únicas opções para quem faz uso de dietas que restringem leites de origem animal, como é o caso dos veganos.
    Apesar de existir alguma variedade de leites vegetais nos supermercados, estes geralmente apresentam preços super elevados e ainda tem desvantagem dos leites vegetais industrializados quase sempre apresentam conservantes, corantes, açúcar e adoçantes, o que faz muitas propriedades desses leites se perderem.

    Uma alternativa aos leites vegetais industrializados é fazê-los em casa. O processo para obter leite de diferentes tipos de grãos e cereais é bem parecido. Na maioria das vezes é necessário deixar o grão ou cereal de molho durante algumas horas, bater com água e coar, porém não é regra. Em alguns casos não é necessário nem deixar de molho ou ainda coar, tornando o processo mais prático.

    Selecionamos 12 receitas de leites vegetais para aprender a fazer em casa:

    1. Leite de soja: dentre os leites vegetais, o leite de soja é o mais mais conhecido. Para fazê-lo basta deixar a soja de molho durante 12 horas, bater no liquidificador com 3 xícaras de água para cada xícara de soja, coar e cozinhar o líquido até a espuma sumir. Com o resíduo do leite, chamado okara, é possível fazer bolos, bolachas e até mesmo adicionar ao suco verde.

    2. Leite de amendoim: o leite de amendoim tem sabor similar ao leite de amêndoas, com a vantagem de ser mais econômico. Existem diversas formas de obter esse leite, a depender do gosto de quem irá prepará-lo. Ele pode ser apenas deixado de molho, batido e coado, ou como apresentado na receita, o leite pode ser cozido. Outra opção também é torrar o amendoim antes de deixá-lo de molho. O resíduo do leite é ideal para o preparo de quitutes doces como bolos, bolachas e cookies.

    3. Leite de amêndoas: além de ser consumido puro, o leite de amêndoas é ideal para ser utilizado em receitas, já que seu sabor é um dos mais neutros dentre os leites vegetais. Para fazê-lo basta deixar as amêndoas de molho por pelo menos 12 horas, bater no liquidificador utilizando 4 xícaras de água para cada xícara de amêndoas. Se desejar, adicione essência de baunilha.

    4. Leite de gergelim: o gergelim é um ótimo alimento para diminuir o colesterol ruim e, além disso, o seu leite apresenta mais cálcio que o leite de vaca. Para preparar o leite de gergelim você pode utilizar o gergelim preto ou bege. Deixe-o de molho de 8 à 12 horas, bata no liquidificador com 3 ou 4 xícaras de água e coe. Com o resíduo do leite é possível fazer uma ricota de gergelim.

    5. Leite de linhaça: a linhaça tem a função adstringente, ou seja, é uma ótima aliada na perda de gordura. O uso dessa semente também está associado ao tratamento de problemas na pele como ressecamento, psoríase, acnes e alergias.

    Para fazer o leite de linhaça deixe as sementes hidratando em água durante 8 horas. Depois, bata bem no liquidificador a linhaça com água, utilizando 1 copo de água para cada 2 colheres de linhaça. Finalize coando. A dica da autora da receita é também substituir a água por água de coco ou ainda por um chá de sua preferência ao fazer o leite de linhaça.

    6. Leite de semente de abóbora: as sementes de abóboras muitas vezes são descartadas para apenas a polpa da abóbora ser consumida. É possível fazer um leite vegetal super nutritivo com essa semente que geralmente vai para o lixo. Para fazer esse leite basta deixar as sementes de molho por 12 horas. Para cada xícara de sementes use 4 xícaras de água, bata no liquidificador e coe.

    7. Leite de aveia: a maior vantagem desse leite é o tempo de preparo. Diferente dos demais leites vegetais, a aveia não precisa ser deixada de molho, o leite não é cozido e o preparo é finalizado em poucos minutos. Para cada 2 xícaras de aveia em pó ou em flocos utilize 4 xícaras de água. Bata no liquidificador e coe. O leite dura aproximadamente 3 dias na geladeira.

    8. Leite de arroz: o leite de arroz é um dos leites vegetais com textura mais fina. Não é preciso deixar o arroz de molho, mas é preciso cozinhar. Para o preparo utilize 1 litro de água para cada xícara de arroz, que pode ser branco ou integral. Cozinhe por 15 minutos, bata no liquidificador e coe. O resíduo pode ser utilizado em pratos salgados como sopas, caldos e tortas.

    9. Leite de castanhas do Pará: o leite de castanhas do Pará é um ótimo substituto para o leite de vaca em pratos salgados. Pode ser usado no molho branco e pode substituir o creme de leite. Para fazê-lo utilize 500ml de água para cada 8 castanhas, bata as castanhas no liquidificador, adicione a água e coe.

    10. Leite de castanha de caju: para fazer esse leite utilize 1 litro de água para cada 100g de castanha de caju. Deixe de molho por ao menos 8 horas, bata no liquidificador as castanhas com 300ml de água durante 1 minuto, adicione as demais 700ml de água e bata bem. Coe em um pano bem fino para que não passe nenhum resíduo. Se desejar adicione essência de baunilha.

    11. Leite de nozes: as propriedades medicinais das nozes são muitas. Entre elas estão a redução do risco de diabetes e o aumento nos níveis de serotonina, responsáveis pelo bom humor. Para fazer o leite de nozes basta bater 2 copos de água para cada copo de nozes e coar até obter a textura desejada.

    12. Leite de girassol e inhame: esse leite é muito energético e ótima fonte de vitamina E. Para prepará-lo deixe as sementes de girassol de molho durante 12 horas. Depois, bata as sementes de girassol com água e um inhame pequeno descascado e picado. O leite pode ser guardado por apenas um dia, na geladeira.