Livro gratuito sobre 400 espécies de plantas medicinais

O “Tratado das Plantas Medicinais” é fruto do trabalho de mais de 40 anos de pesquisas e vivências da farmacêutica e professora Telma Sueli Mesquita Grandi. A obra, disponível para download gratuito, reúne 383 espécies com poder medicinal.

Na apresentação do livro, a autora explica que durante quase quatro décadas se dedicou ao ensino universitário e à pesquisa. Neste tempo, juntamente com seus alunos, Telma pôde analisar mais de cinco mil exemplares de plantas. Com o apoio de colegas botânicos e outros especialistas em plantas e farmácia, foi possível detalhar e apresentar diferentes usos de cada uma das espécies escolhidas para entrarem na obra.

Além de mostrar o enorme poder da natureza para curar doenças, o livro também é extremamente útil para informar as pessoas sobre os cuidados necessários, mesmo com remédios naturais. “É essa rica experiência que quero passar pra vocês e, principalmente, colocar que plantas medicinais podem causar muitos problemas se não forem observadas as quantidades em uso. Pois a diferença entre o medicamento e o veneno é, às vezes, questão de dosagem. Tive, pois, a preocupação de colocar em cada espécie as contraindicações, toxidade e a moderna interação medicamentosa”, explica a autora na apresentação do livro. Outro ponto a atentar é quanto ao local da coleta. A autora lembra que plantas coletadas em áreas urbanas muito poluídas podem estar contaminadas.

Esse cuidado está presente e visível em cada detalhe do livro. Segundo Telma, foram necessários três anos de coleta de plantas e flores apenas para que os artistas conseguissem desenhar adequadamente cada uma das aquarelas das espécies. A precisão também está o conteúdo. Nomes científicos, origem, descrição, partes usadas das plantas, constituição química, utilização, contraindicações e toxidade são detalhados em cada uma das plantas.

Além de exemplos comuns, como a erva-doce, o boldo e o quebra-pedra, o livro demonstra que espécies inusitadas como o arroz, ipê, couve e coentro também fazem parte da lista de plantas com propriedades medicinais.

Boa parte dos exemplares estudados e apresentados foram coletados em Minas Gerais. Mas, são nativos de diferentes locais do mundo e comuns em diversas regiões brasileiras.

 

Clique aqui, aqui ou aqui para baixar o livro gratuitamente.

fonte e texto: www.ciclovivo.com.br

Senhora de 87 anos transforma sua vida através do yoga

Esse tipo de notícia nunca fica velho. Em seus 87 anos a jovem Anna Pesce inspira as pessoas de todas as idades com sua transformação incrível, graças à sua nova dedicação à prática de yoga.
Durante décadas, Pesce sofria de cifose severa – uma postura corcunda que a deixava com muitas dores. A condição foi um resultado de um disco herniado, escoliose e osteoporose.
Ela tentou muitas coisas diferentes para ajudar.

“Eu tentei de tudo: acupuntura, fisioterapia e quiroprático.Você se sente bem temporariamente, mas a dor retorna novamente logo depois.” Disse Pesce ao NY Post.

Isso até que ela começou uma prática regular de yoga e sua condição melhorou drasticamente. Toda a sua história é inspiradora, mas talvez o mais inspirador de tudo é que ela praticamente só começou a praticar yoga com 86 anos. Nunca é tarde demais!

Pesce começou a trabalhar com a professora de ioga Rachel Jesien, é treinada especificamente em seus problemas da coluna vertebral e escoliose. As duas começaram a se reunir uma vez por semana para a prática de yoga restaurativa para aliviar a dor e construir a força. Após um mês, Pesce poderia andar bem novamente. Depois de 2 meses, ela já estava fazendo poses sozinha e as dores se tornaram mais raras.

Ana-pesce_yoga-1024x1024
Agora, ela pratica yoga todos os dias com a ajuda de suportes – como um cão apoiado para baixo com um sling – e incorpora exercícios de pranayama(controle da respiração).

A diferença é fenomenal, não apenas fisicamente, mas em sua vida diária em geral.

anna-pesce-86yearoldyogi-yoga4

“Minha mãe é muito mais independente, e até mesmo como ela carrega a si mesma – ela se parece muito mais feliz e brilhante agora”, disse a filha de Pesce Rosemary Pitruzzella.

Yoga tem ajudado milhares de pessoas a tratar, prevenir e até mesmo em alguns casos, reverter problemas ortopédicos. E além do benefício físico que todos estão percebendo através da Yoga, os benefícios mentais e espirituais vão além do corpo.

Yoga gera toda uma nova atmosfera positiva do praticante e um novo posicionamento perante a vida.

fonte: yogui.co

Pesquisa americana afirma que orar traz benefícios à saúde

Médicos notaram que a prática de orar todos os dias evita uma série de doenças e melhora o sistema imunológico.

Uma equipe de profissionais da NewsMax Health pesquisou os efeitos que a oração provoca no cérebro e resultou que há vários benefícios quando a pessoa ora.
Sem promover nenhuma religião os pesquisadores estudaram como a oração afeta o cérebro e o que a prática pode oferecer para a saúde física, mental e emocional das pessoas.

Artigos relacionados:
Descubra se o seu relacionamento é perfeito
Faxinando a Alma
Sentimentos reprimidos podem causar doenças físicas

O resultado dessa pesquisa foi transformado em um vídeo para que um maior número de pessoas possa entender que a oração faz bem para a saúde. A comunidade médica que participou da pesquisa percebeu que a prática muda as quatro áreas do cérebro humano: Lobo Frontal, o córtex cerebral, o Lobo temporais e o sistema límbico.

Os pesquisadores descobriram que orar todos os dias durante um mesmo período pode ajudar a prevenir doenças como a perda de memória, a demência e o Mal de Alzheimer. Fora esses os médicos conseguiram perceber 47 benefícios que foram comprovados cientificamente.
Os mais destacados são que a oração pode diminuir a dor, diminuir o risco de morte por ataque cardíaco, o derrame cerebral, a ansiedade e a depressão. Fora isso ficou provado que orar melhora o sistema imunológico e outros sistemas.

O editor da Newsmax Health, Travis Davis, disse que a pesquisa não promove nenhuma religião e nem prática espiritual, apenas analisa sob uma luz prática o que acontece com três de cada quatro americanos que oram regularmente. “A maioria das pessoas tem consciência das crescentes pesquisas da neurologia que te estudado cientificamente a relação entre o cérebro e os fenômenos espirituais”, diz ele.

fonte: noticias.gospelprime.com.br

Motivação. Como vai sua motivação?

Às vezes a gente se pergunta por que algumas pessoas vão mais longe, mais rápido e conseguem melhores resultados do que outras. Diferentes pessoas, vivendo sob as mesmíssimas condições, tem resultados tão variáveis quanto suas digitais. Isso é intrigante, principalmente porque todos desejamos ser as pessoas que dão certo.

Há, sem dúvida, algum tipo de habilidade especial, capacidade de realizar, talento para a atividade que se propõe, mas só isso não explica. Quanta gente talentosa fica estagnada na vida, não se desenvolve, não chega “lá”. É surpreendente quando vamos à Bahia, por exemplo, em toda a esquina tem uma cantora excelente, em São Paulo, esbarramos com poetas e artistas, o Rio está repleto de habilidosos relações públicas, etc. Mas nem todo mundo é Daniela Mercuri, Carlos Drummond de Andrade, Juarez Machado ou Celita Jackson.

Não, o talento por si só não explica o sucesso. Talvez seja o esforço acima da média.

Entretanto aí também encontramos dificuldade em formar um padrão. Porque, se por um lado os mais bem sucedidos trabalham com afinco e determinação, por outro lado tem gente suando de sol a sol que não decola na vida. Assim o trabalho é um componente mas não determina o sucesso.

Se a fórmula ambiente, talento e esforço, não garantem sucesso, qual o ingrediente que falta? Educação? Não pode ser, tem gente semi analfabeta que revolucionou o mundo.

Inteligência? O mundo está repleto de gênios sem nenhuma expressão. Talvez não tenha uma resposta única. Quem sabe é a soma de uma série de condições favoráveis. Mas como explicar o fracasso de grandes herdeiros, apesar de belos, inteligentes, esforçados e dotados de condições excepcionalmente positivas?

Mais textos de auto ajuda da maravilhosa Dulce Magalhães:
É no Tempo que fazemos tudo acontecer!
A essência da mudança
Em tempos de plenitude
Motivação

Voltamos à estaca zero, ou quase. Na filosofia clássica encontramos algumas pistas sobre o elã especial que separa vitoriosos de meros mortais. Sócrates falava de crenças que determinam a realidade. Platão dizia que grandes caminhadas começam com a decisão do primeiro passo. Aristóteles afirmava que o ser humano é resultado de seus hábitos, e que a excelência nada mais é do que a gestão disciplinada de nosso comportamento. E ao longo da história muitos pensadores se juntaram a esses, fazendo coro, à idéia básica de que somos nós que moldamos nosso destino.

É também com esses estudiosos do comportamento humano que vamos descobrir mais sobre motivação, que é a capacidade de perseguir alvos, de mover-se em direção à objetivos claros. E a motivação é diferente do incentivo, porque este último é um elemento externo, o mundo nos dá incentivo. Já a motivação é um elemento interno, depende exclusivamente do desejo e da ação do indivíduo. E a motivação é muito mais importante do que o incentivo, porque ela nos permite o movimento necessário para conquistarmos o futuro desejado, enquanto o incentivo só é útil para a pessoa motivada.

Todos conhecemos exemplos de pessoas que venceram grandes obstáculos, pois vieram de famílias pobres, cresceram em comunidades carentes e, apesar de tudo, constituíram um espaço de sucesso e realização. Você pode verificar este componente pessoal da motivação, ao comparar a trajetória dessa pessoa com a das outras pessoas que viveram e vivem na mesma comunidade. De um modo geral, as pessoas estão reclamando do governo, da crise, do mundo e aguardando que a situação mude para que, então, elas realizem seus sonhos.

Contudo, a pessoa que temos como modelo motivacional jamais espera por uma mudança, ela vai à luta e constrói a mudança, é uma pessoa em movimento, que vai atrás do que deseja e realiza todos os seus propósitos. A diferença que podemos perceber entre os que dão certo e os que nem tanto, tem a ver com a atitude que o indivíduo coloca em relação à tudo que faz. Essa motivação, essa capacidade de fazer a diferença, é a base da construção do sucesso. Fica evidente que o gerenciamento do talento, a aplicação de esforço e o aproveitamento inteligente de oportunidades são imprescindíveis, mas é a motivação a argamassa que liga tudo isso e dá a consistência necessária para a construção de nossos propósitos.

E essa matéria prima só nós podemos colocar em uso. Afinal, como disse Henry Ford, “se você acredita que é capaz, ou se acredita que não é capaz, de qualquer forma você tem razão”. Em que você acredita?

Conheça mais sobre o trabalho de Dulce Magalhães

Autora: Dulce Magalhães Ph.D em Filosofia, escritora, palestrante e coach. www.dulcemagalhaes.com.br
Autora: Dulce Magalhães
Ph.D em Filosofia, escritora, palestrante e coach.
www.dulcemagalhaes.com.br

8 Benefícios do Inhame – Promova a sua saúde

Aproveite os benefícios do inhame e promova sua saúde!

Ainda desconhecido para alguns, o inhame é um tubérculo cujas vantagens vão muito além do seu sabor. Descubra os principais benefícios do inhame.

Destaca-se pela capacidade de diminuir o “mau” colesterol, melhorar o funcionamento intestinal e fortalecer o sistema imunitário. Por ser altamente nutritivo e medianamente calórico, é uma boa opção também para quem está a seguir uma dieta.

E estes são apenas alguns dos benefícios do inhame. Fonte de fibras, vitamina C, vitaminas do complexo B e minerais como potássio e fósforo, o inhame também é rico em hidratos de carbono complexos, e pobre em gorduras saturadas e sódio.

PORQUE DEVE COMER INHAME?

Graças às suas propriedades nutricionais, a introdução deste tubérculo na sua alimentação proporciona ao organismo e à saúde inúmeras mais-valias. Confira alguns dos principais benefícios do inhame.

1. AJUDA NA SAÚDE DO CORAÇÃO

O inhame contém vitamina B6 (piridoxina) e B9 (ácido fólico), dois nutrientes que ajudam a controlar os níveis de homocisteína no organismo e reduzem o risco de doença cardíaca.

Para além disso, é rico em potássio e vitamina C, dois nutrientes que reduzem a pressão arterial e possibilitam a dilatação dos vasos sanguíneos, melhorando o fluxo de sangue para o coração e ajudando a prevenir o aparecimento de hipertensão.

2. CONTROLA OS SINTOMAS DA TPM E DA MENOPAUSA

rugas

O inhame é rico em diosgenina, uma substância que tem a estrutura similar aos estrogénios humanos e auxilia na regulação hormonal feminina, equilibrando os níveis de alguns hormonios e melhorando os sintomas de tensão pré-menstrual (TPM) e da menopausa. Há estudos que relatam que o consumo de inhame pode ser útil nos casos de endometriose, doença fibrocística da mama e fibrose uterina.

3. PROTEGE A VISÃO

Se quer preservar e proteger a saúde dos seus olhos, o inhame é uma boa opção. O seu teor em vitamina A e C ajuda a prevenir a degeneração macular, uma condição na qual a visão fina se deteriora, resultando na perda da visão central, e as cataratas. A vitamina A também melhora a visão noturna e hidrata os olhos, evitando o aparecimento de úlceras ou feridas nas pálpebras.

4. FORTALECE O SISTEMA IMUNOLÓGICO

Este pode muito bem ser um dos principais benefícios do inhame para a saúde. Por ser fonte de vitamina C e zinco, dois nutrientes essenciais para o funcionamento do organismo, o consumo de inhame ajuda a fortalecer o sistema imunológico, responsável pela defesa do organismo.

Saiba mais sobre super alimentos:
Folhas de Louro – muito mais do que um tempreo
Alimentos que combatem a depressão
Ser Alcalino

5. FAZ BEM AO CÉREBRO E AO SISTEMA NERVOSO

As vitaminas do complexo B, o potássio e o fósforo que se encontram no inhame fazem com que este tubérculo seja benéfico para a melhoria da saúde do sistema nervoso e da memória, já que são responsáveis por levar o oxigénio às células e nervos. Por exemplo, enquanto a niacina (vitamina B3) estimula a memória e diminui o impacto do stress do dia-a-dia, a tiamina (vitamina B1) é fundamental para a transmissão dos impulsos nervosos.

6. PREVINE O APARECIMENTO DE CÂNCER

Graças à presença de vitamina A e C, o inhame é um excelente antioxidante, protegendo o corpo dos radicais livres que causam stress oxidativo, o qual está associado a diferentes tipos de cancer, incluindo o do pulmão, cólon, estômago e esófago.

7. EVITA PICOS DE AÇÚCAR NO SANGUE

O inhame é uma fonte de hidratos de carbono complexos que contribuem para a lenta absorção dos açúcares para o sangue, ou seja, promove uma lenta subida glicémica. Esta situação é particularmente benéfica para as pessoas que sofrem de diabetes, pois evita a ocorrência de picos de açúcar no sangue ou hipoglicemias.

8. AJUDA A CONTROLAR O PESO

O inhame também é amigo da silhueta ou de quem está a fazer dieta. Graças às suas fibras solúveis, a digestão e a absorção do açúcar para o sangue é feita mais lentamente, conferindo saciedade por mais tempo, mais energia e um trânsito intestinal regular.

A nível energético, apresenta cerca de 118 calorias por cada 100 gramas e ser consumido para uma alimentação saudável, equilibrada e variada.

CUIDADOS A TER NO CONSUMO DE INHAME
O funcionamento do sistema endócrino é bastante delicado e a diosgenina que se encontra na sua composição pode alterá-lo. Por essa razão, as grávidas e lactantes devem evitar o seu consumo.

fonte: www.vidaativa.pt

Clareza e Certeza

Há momentos na vida em que somos convidados a tomar decisões e rever processos.De tempos em tempos isso ocorre e vamos nos aperfeiçoando, mas volta e meia caímos na mesma angústia frente a decisões grandes e importantes.

O duro de uma escolha não é somente eleger o que queremos, mas abrir mão de tudo o que não foi escolhido. Então, para facilitar o processo fazemos lista de prós e contras, conversamos com amigos, mentores, especialistas, lemos a respeito do assunto, perdemos horas de sono revirando o tema na cabeça, voltamos a conversar com as pessoas mais diretamente envolvidas, e assim seguimos, nesse espremer, torcer e remoer, parav er se daí tiramos o suco da certeza. E a certeza não nos dá garantia de nada, é apenas um estado de alívio que nos tira da angústia, pois o mais difícil foi feito, que é tomar a decisão. O fato de alcançarmos a certeza não quer dizer que vamos acertar, nem que não haverão percalços.

Absolutamente, não é esta a finalidade da certeza, mesmo que fosse o que mais desejávamos. A certeza é apenas o final de um processo de eleição, quando, finalmente, temos a confiança suficiente para dizer a nós mesmos que determinada opção é a melhor para nós neste momento.

Uma decisão baseada na certeza não nos isenta de nada, não nos garante nada, não nos protege de nada. E está tudo certo que seja assim, pois assim é a vida e seus caminhos. A certeza é apenas uma forma mais convicta de lidar com a dúvida, não de eliminá-la. Sendo assim, buscar a certeza é natural, porém não é definitivo, nem nos libertará de todas as dúvidas ou dificuldades. Isso só a clareza poderá fazer e aí já é outra história. A clareza é fruto do insight, este estado de entendimento que não deixa margem à dúvidas e que denominamos de óbvio. É algo tão contundente que quando finalmente enxergamos ficamos surpresos de não ter percebido antes, pois não é a melhor da alternativas, é o caminho único e reto.

Óbvio é tudo aquilo que está oculto pela barreira de nossos paradigmas, de nossos modelos mentais, então olhamos a realidade pensando a partir de pressupostos sobre como deve ser, enquanto o óbvio está bem ali na frente dos olhos, mas não se enquadra em nossa definição e portanto não percebemos. Contudo, o fato de ser invisível não quer dizer que não exista. Pergunte a qualquer pássaro que tenha atropelado uma vidraça. Somos atropelados pelos processos invisíveis, porém palpáveis da vida, e não temos a menor noção do que sucedeu. Ficamos aturdidos com os processos, as alternativas, as decisões, as mútliplas oportunidades e desafios, e não percebemos que esse aturdimento é porque acabamos de topar de frente com uma barreira de óbvio que ainda está invisível.

É só quando nos permitimos olhar sem querer enxergar o que achamos que deve estar lá, quando nos abrimos para a possibilidade de ver o que estiver na frente, sejá lá o que for, é que enxergamos o óbvio.

A certeza é fruto de um processo racional, de análise, de estimativas, de comparações e de pesar entre possibilidades que podem nos apontar o melhor padrão, processo, caminho ou método. Desta forma, poderemos chegar a algum nível de certeza. Já a clareza vem do insight que é fruto da consciência, da percepção expandida, da intuição que nos permite saber mesmo sem conhecer. O conhecimento pode nos levar à certeza, é o caminho do entendimento racional, mas só a intuição pode nos conduzir ao insight, à percepção do óbvio, quando finalmente sabemos qual é caminho seguir, sem mais dúvidas, sem mais angústias.

O exercício intutitivo é o próprio processo criativo da vida, é dessa forma que renovamos o cabedal de padrões e nos liberamos para novas possibilidades de mundo. Se isso não parece óbvio é porque precisamos experimentar mais da intuição para perceber que as respostas já estão prontas, o mais difícil mesmo é formular a pergunta e se abrir para encontrar o que não está em nossa lista de visões e padrões. Talvez valha recordar um antigo e sábio conselho: há que ter olhos que vêem e ouvidos que ouvem.

 

Autora: Dulce Magalhães Ph.D em Filosofia, escritora, palestrante e coach. www.dulcemagalhaes.com.br
Autora: Dulce Magalhães
Ph.D em Filosofia, escritora, palestrante e coach.
www.dulcemagalhaes.com.br

Pela sua saúde conheça os 5 alimentos que não deve aquecer no micro-ondas!

Há cada vez mais pessoas a levarem comida para o local de trabalho, seja para poupar algum dinheiro seja porque tem pressa ou até para manter a linha.
A maioria das refeições – senão todas – é aquecida no micro-ondas. Mas, segundo a The European Food Information Council e a Food Standards Agency, citadas pelo jornal inglês Independent, nem todos os alimentos devem ser reaquecidos no micro-ondas.

Eis quais os alimentos que deve evitar voltar a aquecer no micro-ondas:

1. Frango

Tanto frango como outras aves e ovos têm uma quantidade específica de salmonela. Nada com que tenha de se preocupar, a não ser que aqueça estes alimentos no micro-ondas, uma vez que este aparelho não aquece a comida toda da mesma maneira, isto é, há partes que aquecem mais rapidamente que outras.

Reaquecer frango no micro-ondas não é boa ideia porque contém mais proteínas que carnes vermelhas. Quando são reaquecidas, as proteínas são decompostas de uma forma diferente e isso pode provocar dores de estômago.

Caso decida aquecer frango no micro-ondas, não se esqueça de ir virando a carne regularmente de modo a que esta aqueça por dentro e por fora.

2. Arroz

No caso do arroz, a maneira como este é guardado é mais importante de que voltar a aquecê-lo. Quando o arroz é deixado num recipiente a temperatura ambiente, os esporos multiplicam-se e podem provocar uma intoxicação alimentar. Ao voltar a aquecer o arroz, arrisca-se na mesma a ter uma intoxicação.

3. Batatas

O problema das batatas é o mesmo que o do arroz, ou seja, o importante é a maneira como guarda o alimento. Se deixar as batatas arrefecerem à temperatura ambiente e não as colocar no frigorífico, pode levar a que surja a bactéria Clostridium botulinum, que pode provocar uma intoxicação alimentar. Uma situação que pode ocorrer especialmente se envolver as batatas em papel prata.

Voltar a aquecer as batatas não destrói a bactéria, portanto tenha atenção ao modo como as guarda.

4. Cogumelos

Segundo o European Food Information Council, os cogumelos têm proteínas que podem facilmente ser destruídas por micro-organismos e enzimas.

Mais uma vez, os cogumelos podem estragar-se com facilidade caso não sejam guardados corretamente. Se os voltar a aquecer, pode ficar com dores de estômago ou até ficar doente. À partida, explica o European Food Information Council, se os guardar no frigorifico durante, no máximo, 24 horas, não deverá haver problema em voltar a aquecê-los. Mas não o faça a uma temperatura superior a 70ºC.

5. Espinafres e outros vegetais

O European Food Information Council desaconcelha as pessoas a voltarem a aquecer os espinafres. Isto porque tanto os espinafres como outros vegetais com folhas como o agrião, a alface, a rúcula, a couve, etc., têm elevados níveis de nitrato.

O European Food Information Council explica que, ainda que estes, em si, sejam inofensivos, o problema surge quando os nitratos são convertidos em nitritos e estes, por sua vez, em nitrosaminas.

Isto pode afetar a capacidade da corrente sanguínea de transportar oxigénio. A situação complica-se no caso das crianças, uma vez que pode provocar problemas no coração dos bebés conhecido por ‘Blue Baby Syndrome’.

fonte:www.achefsoueu.com

ALÍVIO DOS SINTOMAS…É POSSÍVEL?

Sim, é possível!

Depois dos 50 temos que ter alguns cuidados…mas o principal é consultar um ginecologista uma vez por ano!
Seu médico vai lhe pedir exames importantes para a fase que está vivendo.
Mamografia, ultrassom transvaginal , exames da tireoide, densitometria óssea…são algumas possibilidades. E provavelmente você vai encontrar um alívio para seus sintomas.
CALORES: ondas quase insuportáveis…
FALTA DE DESEJO SEXUAL: a última coisa que a gente quer é sexo!
IRRITABILIDADE: o famoso “pavio curto”!
ALTERAÇÃO DO HUMOR(TRISTEZA): chorar até na propaganda de margarina…
INSÔNIA: sem dormir, tudo piora!
RACHADURAS VAGINAIS: extremamente doloridas, são um convite para virar de costas e dormir, quando se tem sono!
GANHO DE PESO: quase unanimidade!

Menopausa não é uma doença…é uma fase da vida! Se não cuidarmos, os sintomas nos fazem parecer doentes…

A melhor opção é a reposição hormonal, que nada mais é do que repor os hormônios que deixaram de ser produzidos naturalmente pelo nosso corpo.

Com os hormônios controlados, você vai deixando de sentir muitos desconfortos. Mas não é todo mundo que pode fazer! Converse com seu médico e então ele encontrará o tratamento certo para o seu caso. Talvez você precise de um antidepressivo além do hormônio e certamente fazer uma atividade física. O que não pode acontecer é deixar de ir ao médico!

Dessa forma, você consegue passar por essa fase de uma maneira diferente de nossas mães…naquela época não existiam muitas opções e a mulher estava “condenada” a sofrer e a se conformar com a “aposentadoria forçada”.

Hoje, esse sofrimento todo não tem mais razão. Por isso estamos mais bonitas, dispostas e atuantes!

fonte:mulhersempausa.com.br

Cheesecake japonês delicioso de 3 ingredientes

Além de ser uma delícia, só leva 3 ingredientes e fica pronta muito rápido. Qualquer pessoa a vai conseguir fazer. Esta tortinha é simplesmente incrível!
Não perca tempo com receitas extravagantes e complexas!
A receita desta maravilha se tornou uma “febre” na internet recentemente, com o nome de “cheesecake japonês”. Quando você vir o resultado, também não vai resistir. Mas cuidado para não se viciar…

Ingredientes:
3 ovos
120g de chocolate branco derretido
120g de cream cheese
Passo-a-passo:
Pré-aqueça o forno a 170º C. Separe os ovos e coloque as claras em uma tigela grande. Deixe as claras descansarem na geladeira enquanto prepara os outros ingredientes. Isto torna o merengue mais firme.
Coloque o chocolate picado em uma tigela grande. Derreta-o em banho-maria. Em seguida, adicione o cream cheese e misture bem. Retire a tigela do banho-maria, junte as gemas e novamente misture
Retire as claras da geladeira e bata na batedeira até obter uma consistência bem firme. Você pode testar a consistência virando a tigela de cabeça para baixo.
Adicione 1/3 do merengue na massa do cream cheese e misture bem com uma espátula. Em seguida, adicione o restante do merengue e misture bem.
Utilize uma forma redonda, forrada com papel manteiga. Asse em banho-maria a forno de 170º C, durante 15 minutos. Então, abaixe o fogo para 160º C, durante mais 15 minutos. Por fim, desligue o forno e deixe o cheesecake por mais 15 minutos no calor.
Retire a forma do banho-maria e deixe esfriar completamente.
Você pode servir imediatamente ou deixar na geladeira antes de servir! Você pode acrescentar geléias, caldas ou polvilhar com açúcar de confeiteiro ou chantilly para finalizar.

Super fácil não é? A torta fica tão bonita e apetitosa que nem parece que se usa apenas 3 ingredientes.

Aprenda sobre o poder das folhas de louro

O louro é muito eficaz para variados fins medicinais e muito útil durante a vida.

Esta é uma velha receita. Mas, antes de saber por que ela deve ser feita, vale a pena saber um pouco sobre o louro.

O louro é usado desde os tempos antigos. Já foi símbolo de poder: reis e imperadores usavam coroas de louro na Antiguidade. Tradição mantida, na atualidade, nas coroas dos vencedores de competições desportivas.

Nas folhas de louro se encontra um azeite essencial composto de cineol e eugenol. Elas têm muitas propriedades que são atribuídas principalmente aos seus óleos essenciais, que curam muitas doenças.

O louro é excelente para tratar tonturas, depressão, nervosismo, pânico, falta de vontade, falta de apetite, problemas na bexiga, no pulmão, dor de estômago, parasitose, digestão lenta, stresse, surdez, dor de garganta, como regulador menstrual, doenças cardiovasculares, dores articulares e musculares, dores cabeça, limpa o trato respiratório e refresca o ambiente.
Tem ótimas qualidades diuréticas, anti-inflamatórias e é um bom protetor do coração.

Alguns usos medicinais do louro passados de geração em geração:

1. Para melhorar a digestão e regular a menstruação

Coloque 2 pequenas folhas de louro em 1 copo de água fervida. Tome de 2 a 3 xícaras por dia.

2. Para levantar o ânimo

Deixe de molho 3 folhas em 1 copo de água durante a noite. No outro dia, beber esta água na parte da manhã assim que acordar.

3. Para aliviar contusões e acne

Deixe em imersão um punhado de folhas de louro em 250 mL de azeite de oliva por 15 dias. Coe e aplique o óleo com gaze sobre as lesões cutâneas.
Observação: Faça antes um teste aplicando uma pequena quantidade do óleo no cotovelo para ver se ocorre alguma reação alérgica.

4. Para aliviar dores articulares e musculares, herpes e também para curar doenças de pele

Ferva um punhado de folhas de louro esmagadas até secar toda a água. Coe antes que esfrie, reservando a gordura que se separará. Esfregue esta “manteiga” nas áreas afetadas.
Observação: Faça antes um teste aplicando uma pequena quantidade da gordura no cotovelo para ver se ocorre alguma reação alérgica.

5. Para tonificar músculos flácidos e doridos

Ferva um punhado grande de folhas em 2 litros de agua durante 15 minutos. Coar e colocar a água numa banheira ou tina para banho.

6. Para limpar as vias aéreas e aliviar dores de cabeça e o stress

Queime algumas folhas de louro e inale a fumaça. Pode usar 1 folha grande e levá-la ao fogo do fogão. Assim que começar a queimar, retire-a do fogo e, com cuidado, inspire a fumaça que sairá da folha. Faça isso várias vezes (a folha apagará também várias vezes) e sempre com cuidado para não se queimar.

Outra opção é colocar várias folhas num objeto cerâmico resistente ao fogo, e queimá-las. Depois, é só inspirar o fogo das folhas queimadas.

Na Antiguidade queimavam folhas de louro nas casas dos enfermos para purificar o ambiente.