Suco que afasta a preguiça e o cansaço

Um dos fatores que contam para o acúmulo de stress, fadiga crônica e para o estado da sua saúde geral é manter o sono em dia. Em média, um adulto precisa de 7 horas por noite, variando de cada organismo. No entanto, existem aqueles dias em que o tempo passa corrido, com excesso de trabalho e falta de horas de descanso.

Nessas ocasiões muitas pessoas apelam para estimulantes em cápsulas ou poucos naturais, como a cafeína, mas se isso está longe dos seus planos pode apostar em uma receita de suco poderoso que faz ter menos sono ao longo do dia. Confira os ingredientes e o modo de preparo abaixo

Suco que afasta a preguiça e o cansaço

Ingredientes:

Polpa de acerola
250 ml de água
1 colher (sopa) de suco de limão
1 colher (chá) de mel
½ colher (chá) de guaraná em pó

Modo de preparo:

Para preparar a bebida que garante energia, basta bater todos os ingredientes no liquidificador, adicionar gelo, e servir.

Melissa Corrêa
Melissa Corrêa
Designer, Marketeira, Amante da Saúde e Viajante

Economia doméstica para começar 2016 com pé direito!!!

Oi pessoal! Tudo bem?

Vamos tentar começar o ano de 2016 com as dívidas zeradas e com eliminação de gastos supérfulos. Um dos maiores gastos é o do dia a dia. Aconselho vocês a fazerem uma retirada semanal de quanto irão gastar e tentar fazer o máximo possível para não desviar para produtos desnecessários.

pouparPor isso hoje estou aqui para dar uma dica para diminuir os gastos com alimentação e continuar mantendo uma alimentação saudável. É de grande importância a nossa alimentação ao longo da vida, assim como a prática de exercícios físicos para aumentar o bom triglicérides e dar mais ânimo em nosso dia a dia. E pedi minha amiga Vanessa Almeida pra me indicar alguns alimentos de maior abundância nesse mês de dezembro que poderá sair mais barato no seu bolso:

Frutas: abacaxi, ameixa, banana-prata, cereja, coco verde, damasco, figo, tâmara, framboesa, graviola, kiwi, laranja-pera, limão, lichia, maçã, manga, maracujá, melancia, melão, nectarina, pêssego, romã e uva.
Verduras: almeirão, cebolinha, endívias, erva-doce, folha de uva, hortelã, orégano, rúcula, salsa e salsão.
Legumes: abobrinha, beterraba, cenoura, cogumelo, pimentão, tomate e vagem macarrão, cogumelo.

Uma excelente receita para melhorar nossa imunidade é o suco verde sendo tomado de manhã ao invés do tradicional café. Eu mesma pude comprovar isso, dentro de 10 dias emagreci um quilo melhorando minha alimentação. Comi mais frutas durante o dia evitando muitas frituras, em alguns momentos substitui o pão francês por tapioca com queijo minas.

Uma das minhas receitas de suco verde é:

  • 250 ml de água
  • 1 folha de couve
  • meia maçã
  • 1 banana
  • 1 pedacinho de gengibre
  • sumo de meio limão
  • Bater tudo no liquidificador e tomar.

    Existem várias maneiras de fazer o suco verde, aos poucos você poderá ir adaptando com o que tem na geladeira, como beterraba, cenoura, mamão, dentre outros.

    Dessa forma melhorará sua imunidade e ainda vai economizar!
    Semana que vem te mais dicas!!!

    Lívia Croce Coach, Empresária, Palestrante e Consultora Empresarial www.vivavocejf.com
    Lívia Croce
    Coach, Empresária, Palestrante e Consultora Empresarial
    www.vivavocejf.com

    Dicas e receitas sobre alimentação na Menopausa

    O climatério é a fase em que ocorre a transição do período reprodutivo da mulher para o período não fértil e, acontece em decorrência da diminuição da produção de hormônios pelos ovários. Os efeitos colaterais dessa queda hormonal são muitos como, por exemplo, humor instável, irritabilidade, ondas de calor, alterações urogenitais e de humor e maior risco de desenvolvimento de osteoporose.

    Porém, os efeitos da queda hormonal podem ser minimizados com uma alimentação balanceada. Certos tipos de alimentos ajudam na modulação de reações bioquímicas do organismo. A dica principal é optar pelos que possuem ação estrogênio-símile, como as isoflavonas encontradas na soja; o resveratrol presente nas uvas roxas, no açaí, na jabuticaba e na amora; as lignanas encontradas na linhaça.

    Para a manutenção de um metabolismo ósseo saudável, a dieta deve ser rica em resíduos alcalinos, pois a menopausa propicia a diminuição da densidade óssea. É necessário entender que isso acontece pela redução do pH sanguíneo. Se o sangue fica com o pH menor que 7,35 favorece a diminuição da microarquitetura óssea, causando a osteoporose.

    Mas nem tudo são más notícias! Esses sintomas podem ser controlados por três grandes aliados: os vegetais, as frutas e os cereais integrais. O brócolis, o agrião, a rúcula e a couve-manteiga são excelentes opções que merecem especial atenção. O leite seria uma ótima fonte de cálcio porém, para ser absorvido, depende da presença de magnésio e o leite não é boa fonte de magnésio. O magnésio vai favorecer absorção do cálcio pelas nossas céllulas. Portanto, se tivermos muito cálcio, mas pouco magnésio, não há garantia de formação de massa óssea. No leite, a biodisponibilidade (disponível para a absorção) de cálcio é de 32%, enquanto que em vegetais em tons verde escuro fica entre 50% e 61%.

    nutricao-na-menopausa-alimentos-recomendados-nesta-fase-2Quanto aos fogachos ou ondas de calor,a soja e a linhaça também se mostraram ótimas aliadas na diminuição desse sintoma.

    Para conseguir bem estar e qualidade de vida nesta fase aposte em continuar uma dieta equilibrada, saudável, colorida e o mais natural possível, evitando ao máximo alimentos processados!


    A seguir, receitas que podem contribuir para a diminuição dos sintomas do climatério:

    Granola da harmonia

    Ingredientes
    ¼ xícara de chá de uvas passas
    01 colher de chá de canela
    ¾ xícara de chá de mel de abelhas
    ⅓ xícara de chá de amêndoas cruas picadas
    ⅓ xícara de chá de semente de linhaça
    ⅓ xícara de chá de gergelim
    ½ xícara de chá de óleo de canola
    04 xícaras de chá de aveia integral
    ½ colher de chá de noz moscada ralada

    Modo de Preparo
    Colocar em uma tigela a aveia, o gergelim, as amêndoas e as sementes de linhaça. Em seguida salpicar a canela em pó, a noz moscada e misturar bem. Acrescentar o óleo e misturar novamente muito bem. Colocar o mel e misturar novamente para envolver toda a mistura com mel. Forrar 2 assadeiras (30 cm) com papel manteiga e espalhar metade da granola em cada uma para montar uma camada bem fina. Assar por 30 minutos em forno pré-aquecido a 180ºC. Ficar atento, pois apesar de parecer úmido, a granola estará no ponto. Retirar do forno e deixar esfriar, depois de fria, ela ficará crocante. Acrescentar as passas e armazenar em potes herméticos.

    Gel de Linhaça

    Ingredientes

    02 colheres de sopa cheias de linhaça dourada
    água filtrada

    Modo de Preparo
    Colocar a linhaça em um copo de vidro e cobrir com água filtrada. Deixar de molho de um dia para outro. Adicionar o gel e a linhaça batidos em sucos.

    Pão de Inhame com Aveia

    Ingredientes

    02 colheres de sopa de mel
    30g de fermento para pão
    03 inhames tamanhos médios cozidos e amassados
    ½ xícara de chá de óleo de canola
    03 ovos inteiros
    01 xícara de chá de iogurte de soja caseiro
    04 xícaras de chá bem cheias de farinha de trigo
    01 xícara de chá de farinha de aveia flocos finos
    02 colheres de sopa de semente de linhaça
    01 pitada de sal
    01 gema de ovo pra pincelar

    Modo de Preparo
    Dissolver bem o fermento no mel. Acrescentar os demais ingredientes e misturar bem com as mãos (a massa deve grudar um pouco nas mãos que é para o pão ficar bem macio). Moldar os pãezinhos no formato desejado. Pincelar com a gema do ovo e cobrir com um plástico. Deixar crescer até dobrar de volume (mais ou menos 40 minutos). Levar para assar em forno médio por 40 minutos ou até ficar bem corado e seco por dentro.

    Vitamina Funcional

    Ingredientes
    01 copo de 240mL de extrato de soja
    01 colher de chá de cacau em pó
    01 banana
    01 colher de sopa de amaranto
    01 colher de sopa de gel de linhaça
    02 nozes
    Gelo
    Mel

    Modo de Preparo
    Bater todos dos ingredientes no liquidificador.

    fonte:

    Melissa Corrêa
    Melissa Corrêa
    Designer, Marketeira, Amante da Saúde e Viajante

    Leite vegetal: 12 receitas fáceis

    Os leites vegetais são são excelentes soluções para pessoas com alergias e intolerância à lactose e as únicas opções para quem faz uso de dietas que restringem leites de origem animal, como é o caso dos veganos.
    Apesar de existir alguma variedade de leites vegetais nos supermercados, estes geralmente apresentam preços super elevados e ainda tem desvantagem dos leites vegetais industrializados quase sempre apresentam conservantes, corantes, açúcar e adoçantes, o que faz muitas propriedades desses leites se perderem.

    Uma alternativa aos leites vegetais industrializados é fazê-los em casa. O processo para obter leite de diferentes tipos de grãos e cereais é bem parecido. Na maioria das vezes é necessário deixar o grão ou cereal de molho durante algumas horas, bater com água e coar, porém não é regra. Em alguns casos não é necessário nem deixar de molho ou ainda coar, tornando o processo mais prático.

    Selecionamos 12 receitas de leites vegetais para aprender a fazer em casa:

    1. Leite de soja: dentre os leites vegetais, o leite de soja é o mais mais conhecido. Para fazê-lo basta deixar a soja de molho durante 12 horas, bater no liquidificador com 3 xícaras de água para cada xícara de soja, coar e cozinhar o líquido até a espuma sumir. Com o resíduo do leite, chamado okara, é possível fazer bolos, bolachas e até mesmo adicionar ao suco verde.

    2. Leite de amendoim: o leite de amendoim tem sabor similar ao leite de amêndoas, com a vantagem de ser mais econômico. Existem diversas formas de obter esse leite, a depender do gosto de quem irá prepará-lo. Ele pode ser apenas deixado de molho, batido e coado, ou como apresentado na receita, o leite pode ser cozido. Outra opção também é torrar o amendoim antes de deixá-lo de molho. O resíduo do leite é ideal para o preparo de quitutes doces como bolos, bolachas e cookies.

    3. Leite de amêndoas: além de ser consumido puro, o leite de amêndoas é ideal para ser utilizado em receitas, já que seu sabor é um dos mais neutros dentre os leites vegetais. Para fazê-lo basta deixar as amêndoas de molho por pelo menos 12 horas, bater no liquidificador utilizando 4 xícaras de água para cada xícara de amêndoas. Se desejar, adicione essência de baunilha.

    4. Leite de gergelim: o gergelim é um ótimo alimento para diminuir o colesterol ruim e, além disso, o seu leite apresenta mais cálcio que o leite de vaca. Para preparar o leite de gergelim você pode utilizar o gergelim preto ou bege. Deixe-o de molho de 8 à 12 horas, bata no liquidificador com 3 ou 4 xícaras de água e coe. Com o resíduo do leite é possível fazer uma ricota de gergelim.

    5. Leite de linhaça: a linhaça tem a função adstringente, ou seja, é uma ótima aliada na perda de gordura. O uso dessa semente também está associado ao tratamento de problemas na pele como ressecamento, psoríase, acnes e alergias.

    Para fazer o leite de linhaça deixe as sementes hidratando em água durante 8 horas. Depois, bata bem no liquidificador a linhaça com água, utilizando 1 copo de água para cada 2 colheres de linhaça. Finalize coando. A dica da autora da receita é também substituir a água por água de coco ou ainda por um chá de sua preferência ao fazer o leite de linhaça.

    6. Leite de semente de abóbora: as sementes de abóboras muitas vezes são descartadas para apenas a polpa da abóbora ser consumida. É possível fazer um leite vegetal super nutritivo com essa semente que geralmente vai para o lixo. Para fazer esse leite basta deixar as sementes de molho por 12 horas. Para cada xícara de sementes use 4 xícaras de água, bata no liquidificador e coe.

    7. Leite de aveia: a maior vantagem desse leite é o tempo de preparo. Diferente dos demais leites vegetais, a aveia não precisa ser deixada de molho, o leite não é cozido e o preparo é finalizado em poucos minutos. Para cada 2 xícaras de aveia em pó ou em flocos utilize 4 xícaras de água. Bata no liquidificador e coe. O leite dura aproximadamente 3 dias na geladeira.

    8. Leite de arroz: o leite de arroz é um dos leites vegetais com textura mais fina. Não é preciso deixar o arroz de molho, mas é preciso cozinhar. Para o preparo utilize 1 litro de água para cada xícara de arroz, que pode ser branco ou integral. Cozinhe por 15 minutos, bata no liquidificador e coe. O resíduo pode ser utilizado em pratos salgados como sopas, caldos e tortas.

    9. Leite de castanhas do Pará: o leite de castanhas do Pará é um ótimo substituto para o leite de vaca em pratos salgados. Pode ser usado no molho branco e pode substituir o creme de leite. Para fazê-lo utilize 500ml de água para cada 8 castanhas, bata as castanhas no liquidificador, adicione a água e coe.

    10. Leite de castanha de caju: para fazer esse leite utilize 1 litro de água para cada 100g de castanha de caju. Deixe de molho por ao menos 8 horas, bata no liquidificador as castanhas com 300ml de água durante 1 minuto, adicione as demais 700ml de água e bata bem. Coe em um pano bem fino para que não passe nenhum resíduo. Se desejar adicione essência de baunilha.

    11. Leite de nozes: as propriedades medicinais das nozes são muitas. Entre elas estão a redução do risco de diabetes e o aumento nos níveis de serotonina, responsáveis pelo bom humor. Para fazer o leite de nozes basta bater 2 copos de água para cada copo de nozes e coar até obter a textura desejada.

    12. Leite de girassol e inhame: esse leite é muito energético e ótima fonte de vitamina E. Para prepará-lo deixe as sementes de girassol de molho durante 12 horas. Depois, bata as sementes de girassol com água e um inhame pequeno descascado e picado. O leite pode ser guardado por apenas um dia, na geladeira.

    Limonada de Abacaxi

    Quem é que não gosta de um refresco gelado no verão?
    Qualquer suco natural extraído da fruta tem açúcar, porém é um açucar que o nosso corpo reconhece como energia para o metabolismo. O problema dos sucos processados é mesmo a adição de açucares refinados, que são altamente viciantes e que o nosso corpo não reconhece como o açúcar natural e para não falar de todos os outros aditivos desde conservantes a reguladores de sabor que em nada beneficiam o nosso corpo.

    Usamos como base desta limonada o abacaxi, mas dá para usar qualquer outra fruta. Melancia, pêssegos, morangos.. sem precisar adicionar qualquer tipo de açucar. Aqui o segredo é o abacaxi, que tem que estar bem maduro. Ele está maduro quando ao toque não oferece muita resistência, o cheiro é doce e a cor se torna mais escura (aqui depende da qualidade do abacaxi). Nessa fase os açucares naturais estão totalmente desenvolvidos e o seu sabor é realmente doce (apesar de ser uma fruta ácida).

    Para esta limonada usei a maquina de fazer sucos ou centrifugadora, mas podem usar um processador de alimentos ou liquidificador, neste caso convém triturar a fruta juntamente com a água e depois coar num passador de rede ou de pano para garantir um sumo sem polpa (este passo é opcional, mas faz toda a diferença na textura da limonada).

    Ingredientes:
    para fazer a limonada:
    1 abacaxi inteiro e bem maduro
    1 limão inteiro
    1 limão cortado em rodelas
    folhas de hortelã frescas
    água filtrada (cerca de 500ml)
    gelo a gosto

    Modo de fazer:
    Descascar o abacaxi e cortar em pedaços menores.
    Descascar o limão e cortar em quartos.
    Bater no liquidificador ou centrifugador.
    Num jarro colocar as rodelas de limão, as folhas de hortelã.
    Juntar o suco (de abacaxi e limão) e a água.

    Nota:
    Servir com uma rodela de limão, hortelã e cubos de gelo.
    Guardar no frigorífico e consumir até 2 dias

    fonte: madebychoicesblog.com

    Smoothie de mirtilios com raíz de maca

    Este batido dá muita energia!
    Feito com Maca

    1 banana congelada
    1/2 chícara de mirtilios congelados
    1 colher de sopa de Maca
    1 colher de sopa de Coco Ralado
    Uma pitada de baunilha crua em pó
    Uma pitada de canela
    1 chícara de leite de amêndoa ou outro que gostar
    1 chícara de água

    Colocar todos os ingredientes num copo liquidificador, bater até obter um batido espesso e cremoso.
    A maca é ótima para a saúde da mulher, confira aqui
    O mirtilio é benéfico para a diabetes 2, faz bem ao coração, é um antioxidante maravilhoso (ótimo para a pele e outros tecidos do corpo) e tem ação anti-inflamatória!

    Melissa Corrêa
    Melissa Corrêa
    Designer, Marketeira, Amante da Saúde e Viajante

    5 Idéias de Chá Detox Para Emagrecer e Ter Mais Saúde

    Beber um chá diariamente não é apenas para os ingleses, você pode incorporar isso na sua rotina e aproveitar os efeitos desintoxicantes que vêm com isso.
    Não apenas isso pode ser uma experiência calmante, mas se você variar entre os chás dessa lista, você terá bons efeitos desintoxicantes. Isso pode ajudar seu corpo a conseguir os nutrientes e antioxidantes que ele precisa, com um preço razoável e sem muito tempo para preparar.
    Reunimos 5 sugestões de chá detox para começar bem a sua semana:

    Chá de Coentro
    A maioria de nós é familiar com o coentro em um prato para dar a ele um sabor forte, mas você sabia que pode fazer um chá detox (que também são conhecidos como chás desintoxicantes) com ele? Nos últimos anos, o coentro tem crescido em popularidade como uma erva que faz mais do que apenas dar sabor aos alimentos. Ao ajudar o sistema digestivo, o coentro ajuda o corpo a processar alimentos, quebrá-los e usar seus nutrientes, e eliminá-los de forma eficiente. Esse processo limpa e cura o corpo.

    Chá de Dente-de-leão
    Embora muitos jardineiros vejam o dente-de-leão como um inimigo, ele pode ser muito purificante para o corpo, e a ciência apoia isso. O que o dente-de-leão faz é aumentar os níveis de uma enzima no corpo conhecida por suas funções desintoxicantes. Ele ajuda o corpo a se livrar de carcinogênicos, toxinas que causam câncer no corpo, o que definitivamente faz dele um chá que vale a pena ser tomado diariamente. A maioria das pessoas descobre que o sabor também é bom, então não é uma tarefa difícil.

    Chá de Açafrão
    Talvez você só use o açafrão para temperar um prato, mas você também pode fazer um chá fácil e rapidamente. A boa notícia é que ele pode ajudar a estimular seu fígado e vesícula a criar mais bile, o que ajuda a quebrar toxinas e eliminá-las do fígado e do corpo. A maioria das pessoas não produz bile suficiente, e essa é uma ótima forma de tentar corrigir as coisas e ter seu sistema digestivo funcionando normalmente.

    Chá de Gengibre
    O gengibre é uma raiz que limpa, e quando você faz o chá dela, ela pode ser uma bebida satisfatória. O bom é que mesmo que ela tenha um sabor forte, ela é gentil no corpo, então você não tem que se preocupar com o uso a longo prazo. Esse pode se tornar um chá detox (em uma dieta detox) que você toma todas as manhãs para começar o dia, como um ajudante no meio do dia ou como algo para te aquecer antes do jantar. Você pode usá-lo como parte de um programa detox, também, se eles recomendam o uso de chás desintoxicantes.

    Chá de Pimenta Caiena
    As propriedades curativas da pimenta caiena estão apenas começando a se tornar conhecimento público, e mais e mais pessoas estão a abraçando não só por seu tempero. Quando feita como chá, você descobrirá que ela não apenas tem um efeito de limpeza no corpo, mas ela também pode te dar energia para te ajudar durante o dia. A maioria descobre que beber o chá com uma fatia de limão ajuda o paladar e corta um pouco do sabor ardido.

    Bolo de Casca de Banana, por Ava Araújo

    Ingredientes

    4 bananas maduras mas firmes
    1/2 xicara de chá de óleo
    1/2 xicara de chá de leite
    2 xicaras de açúcar
    2 xícaras de trigo
    3 claras em neve
    3 gemas para massa
    1 colher sopa fermento
    1 colher de canela em pó

    Modo de Preparo

    Lave e descasque as bananas. Corte as cascas em pedaços e junte no liquidificador essas cascas com oleo, acucar e as gemas por 3 minutinhos.

    Coloque isso tudo numa vasilha e misture as coisas secas. Trigo, canela e fermento.

    Pique as 4 bananas numa tabua em pedacinhos pequenos. Junte isso à massa.

    Bata as claras em neve e misture devagar por ultimo. Nao precisa misturar muito. Somente suficiente.

    Coloque a massa em forma untada num forno com 180 graus pre aquecido. Assa em 30 minutos.

    Pronto. Desenforme e espere esfriar.

    Pizza de abobrinha com Queijo Fundido

    Chef  Hamilton Bavutti

    Ingredientes:

    400 g de farinha de trigo peneirada
    150 ml de água morna
    10 ml de vinagre claro
    15 g de fermento biológico (1 tablete)
    1 colher de chá de sal
    1 colher de sopa de açúcar
    1 abobrinha grande
    200 g de queijo muçarela
    100 mL de molho de tomate
    12 porções de queijo fundido processado
    Rodelas de tomate a gosto
    Orégano e mangericão a gosto
    Azeite de oliva para untar

    Modo de Preparo:

    Passo 1: Numa vasilha coloque o tablete de fermento biológico e a colher de açúcar.
    Passo 2: Aperte com as costas de uma colher até o fermento soltar água.
    Passo 3: Adicione a água morna (aproximadamente 37 graus) e o vinagre.
    Passo 4: Adicione metade da farinha e misture.
    Passo 5: Adicione o restante da farinha, deixando um pouco de fora (1/2 xícara) para a massa não ficar muito seca e só adicione se precisar. Isso você vai perceber na hora de sovar a massa.
    Passo 6: Adicione o sal por último.
    Passo 7: Vire essa massa sobre uma superfície de mármore enfarinhada.
    Passo 8: Sove a massa apertando-a contra a superfície por uns 5 minutos. Forme uma bola.
    Passo 9: Coloque na vasilha e leve ao forno desligado só para crescer a massa. Eu costumo colocar água fervente em outra forma, logo abaixo da vasilha que está a massa, para que ela cresça melhor e mais rápido.
    Passo 10: Cubra com um pano limpo e espere crescer até dobrar o volume. Enquanto a massa cresce, prepare o recheio.
    Passo 11: Corte a abobrinha em rodelas utilizando. Cozinhe em água com sal até ficar macia.
    Passo 12: Pegue a massa que cresceu e jogue na mesa enfarinhada.
    Passo 13: Abra com o rolo.
    Passo 14: Unte uma forma, preferencialmente com teflon.
    Passo 15: Coloque a massa aberta bem fininha.
    Passo 16: Dobre as laterais. Se quiser recheie essa virada de massa com queijo muçarela, queijo cremoso, queijo cheddar ou o que quiser.
    Passo 17: Passe o molho de tomate
    Passo 18: Coloque a abobrinha pré cozida.
    Passo 19: Adicione o queijo fundido amassado com o garfo.
    Passo 20: Adicione algumas rodelas de tomate (este tambem pode ser colocado por baixo da abobrinha.
    Passo 21: Adicione o queijo muçarela ralado.
    Passo 22: Adicione orégano e o mangericão a gosto.
    Passo 23: Leve assar em forno pré-aquecido a 200 graus. Retire do forno quando o queijo estiver bem derretido.

    Comidas que vão dar um up no seu cansaço

    Você tem dificuldades a em se levantar pela manhã?
    Ou se sente com dificuldade em manter o foco depois das 3 da tarde?
    E no fim do dia você tem aquela sensação de estar acabada?
    Infelizmente, devido ao nosso ritmo acelerado e ao uso contínuo de tecnologia cada vez fica mais difícil desligar e a fadiga está sempre presente.

    Isso não quer dizer que você deva se acomodar a essa realidade. Muito pelo contrário! Para além de tomar medidas para reduzir os níveis de stress, ou seja: desligar tudo, dormir e arrumar tempo para você mesma, existe uma variedade incrível de alimentos que ajudam.
    Listamos alguns exemplos.

    Brocolis: O nutriente mais importante para combater a fadiga e dar energia é o grupo das vitaminas B.
    Brócolis, ovo e arroz integral são fontes ricas nesta vitamina, assim como em cálcio, e outras super importantes com a vitamina C, na A e as fibras insolúveis.
    Por isso nada de deixar o brócolis fora da salada.

    Alho: Insubstiuível, o alho ajuda a reduzir os níveis de colesterol, pressão alta, além de ter propriedades anti-inflamatórias que ajudam o sistema imunitário.

    Gengibre:
    para além de ajudar com náuseas e desconfortos digestvos, ele é termogênico, ou seja, aquece o sangue que por sua vez melhora a circulação, e faz que que as toxinas e vírus sejam expelidos.

    Batata doce, cenoura e outros pigmentados: Rica em beta-caroteno, ajuda a nossa pele contra as agressões do dia-a-dia. Além de contribuir para a saúde da visão, do sistema imunitário e da saúde em geral. A absorção dos açucares da batata doce é lenta e equilibrada, o que ajuda a não ter aquela senação de sonolência depois da sua ingestão.

    Chá verde ou macha: Perfeito para combater a sensação de exaustão. Cheio de antioxidantes (que ajudam a combater o envelhecimento molecular causado pelos radicais livres). Experimente fazer um chá verde com gengibre!

    Frutas e verduras verdes: A deficiência de magnésio é muito comum com o passar do tempo, e a falta deste causa fadiga, depressão, doenças reumáticas, entre várias outras. Quanto mais verde for o alimento, mais magnésio tem! Outras fontes de magnésio são nozes, castanhas, peixe e bananas.

    Gorduras saudáveis: Ômega 3: Ajudam a manter a vitalidade, a combater a depressão, a reduzir o risco de doenção cardiovasculares, combate a demência e a artrite. Este é o óleo que temos mais deficiência. Experts recomendão 40ml de ômega 3 por dia.

    Vitamina C: Mantem a imunidade, ajuda na absorção de outras vitaminas, mantem a saúde da pele, ajuda o corpo a expulsar toxinas, dá energia e vitalidade. Ingira no mínimo 100mg por dia.

    Coma bem, coma com consciência, coma pela sua saúde!

    Melissa Corrêa
    Melissa Corrêa
    Designer, Marketeira, Amante da Saúde e Viajante