Donas de casa também têm direito a aposentadoria

A aposentadoria para donas de casa é um benefício que poucas conhecem. Para usufruir desse direito, elas precisam ficar atentas às regras.
As donas de casa não param, nem ganham salário, mas podem receber aposentadoria, desde que contribuam com a previdência por, pelo menos, por 15 anos.

Para conseguir o benefício, basta contribuir por, pelo menos, 15 anos com a Previdência.
Existem três tipos de contribuição possíveis.

A primeira garante uma aposentadoria maior do que o salário mínimo. Para conseguir, a pessoa deve contribuir com 20% sobre um valor que fique entre o mínimo e o teto da previdência (R$ 4.663,75). Neste caso, as contribuições vão de R$ 157 a R$ 932,75 por mês. Essa é a única opção que permite se aposentar só pelo tempo de contribuição e não pela idade mínima que, para as mulheres, é de 60 anos.

Outra possibilidade é pagar 11% do salário mínimo a cada mês, R$ 86,68.

No caso das mulheres de baixa renda, 5%, o equivalente a R$ 39,40. Nesses dois casos, a dona de casa precisa esperar fazer 60 anos para receber um salário mínimo de aposentadoria.

Para se inscrever como contribuinte, a dona de casa só precisa ter em mãos um documento de identidade, mas é importante ficar atenta ao que vai declarar à Previdência. Para ser reconhecida como de baixa renda, por exemplo, ela não pode ter nenhum tipo de renda, mesmo que informal. “Para ser configurado como segurado facultativo de baixa renda, tem que ter uma renda familiar de até dois salários mínimos”, explica Débora Teixeira, chefe da Divisão de Benefícios do INSSCE.

A Previdência leva em conta o tempo de contribuição de mulheres que já trabalharam com carteira assinada. Antes de virar dona de casa, Lucia Sales trabalhou no comércio por 13 anos. Agora, vai voltar a contribuir para ter a tão sonhada aposentadoria. “Para mim é uma recompensa e eu tenho fé em Deus que vai dar certo”, comemora.

Como pedir a aposentadoria
A inscrição pode ser feita por telefone, pelo canal 135 (de segunda a sábado, das7h as 22h); pelo site da Previdência (www.previdencia.gov.br); ou em qualquer unidade de atendimento das agências da Previdência Social em todo o Brasil.

Mais informações em: www.previdencia.gov.br

Especialista orienta sobre a utilização de crédito bancário

Analisar as taxas de juros e o comprometimento da renda familiar fazem a diferença na hora de tomar decisões

Uma viagem, um carro, a casa dos sonhos ou até para eliminar as contas. O crédito tem auxiliado muitas pessoas a conquistarem os seus objetivos de forma mais rápida, porém, exige cautela na hora de sua utilização. De acordo com uma pesquisa divulgada pela Fecomercio em dezembro de 2015, 62,9% das famílias catarinenses encerraram o ano com dívidas. Por isso, na hora de contrair um empréstimo ou assumir um novo financiamento, é importante manter todas as contas na ponta do lápis, para não comprometer o orçamento familiar. A gerente da Unicred Blumenau, Benildes Curbani de Melo, dá algumas dicas sobre o assunto. Confira:

– Avalie a necessidade: realmente preciso do crédito? Avalie a real necessidade de utilizar o recurso e objetivos futuros, como por exemplo, uma viagem, troca de carro, compra de imóveis, entre outros. Analise também a sua capacidade de pagamento, evite comprometer mais de 30% da renda mensal. É importante que o consumidor se atente a alguns itens como: custo total efetivo, valor total pago, IOF da operação (embutido nas parcelas) e escolha do melhor prazo.

– Consulte as linhas de crédito disponíveis: o melhor crédito é aquele que se adequa às necessidades e as expectativas do consumidor. As linhas variam de acordo com a finalidade de cada consumidor, tanto para pessoas físicas ou jurídicas. Os créditos com garantia real (onde o devedor oferece algum bem como garantia) geralmente oferecem as melhores taxas de juros.

– Conte com uma equipe especializada: a orientação de um profissional pode fazer toda a diferença na hora de tomar decisões. A Unicred Blumenau orienta os seus cooperados sobre a melhor linha de crédito disponível para cada finalidade, calculando o comprometimento da renda x empréstimo.

– Use com cautela: o crédito pode até ser um aliado na hora de pagar as contas pendentes, mas cuidado: contrair um empréstimo para eliminar outro pode aumentar significativamente a dívida, além de virar “uma bola de neve”. Em casos como este, procure o seu gerente de contas e tente renegociar o valor pendente. Evite assumir parcelas com valor igual à renda, considere os gastos com alimentação, transporte e contas diversas, o mesmo vale para pessoas jurídicas.

Saiba mais sobre finanças:
Economia doméstica para 2016
Dicas sobre finanças

Mais informações:
UNICRED BLUMENAU – AG. CENTRO
Rua Nereu Ramos 476,
CEP 89030-101 – Centro – Blumenau/SC
Tel + 47 32221 2900 Cel + 47 9911-4696

Visite nosso site

Benildes Curbani  Gerente Geral de Agência benildes.mello@unicred-blumenau.com.br
Benildes Curbani
Gerente Geral de Agência
benildes.mello@unicred-blumenau.com.br

Como economizar no carnaval?

O carnaval está chegando e com ele as festividades! Épocas de férias e feriados são sempre momentos para aumentar nas despesas, especialmente se queremos participar nas festividades ou dar uma escapadinha de férias. Nesta altura, que se fala tanto em crise, é bom estar alerta para não gastarmos mais do que o nosso orçamento permite. Isso não quer dizer ficar em casa e deixar de aproveitar! Você pode se divertir, mas o que precisa é de um plano! Juntei aqui algumas dicas para você curtir muito, com a consciência tranquila:

  • Estipule quanto você irá gastar durante todo o feriado
  • Se você não colocar uma meta para as despesas, aumentam as chances de se empolgar e acabar gastando mais do que deveria.
    E ainda, não se esqueça de que, quando você voltar, você terá os mesmos compromissos financeiros de sempre: supermercado, contas de casa, transporte, mensalidades. É importante organizar o orçamento para conseguir equilibrar a curtição do feriado com as obrigações do dia-a-dia.

  • Para economizar no Carnaval, divida o orçamento por dia
  • Lembre-se que nessa conta diária devem entrar todas as despesas que você terá: alimentação, bebida, transporte, festas, abadás e o que mais você puder prever.
    E quando for sair de casa, saia apenas com a quantidade que irá gastar naquele dia. Pois a tentação é muita e se sair com mais poderá gastar ainda mais e ficar sem dinheiro para o último dia de carnaval.
    Uma boa dica é, antes de dividir o orçamento por dia, separar uma parte do total (10% pode ser um valor bom) para imprevistos e deixá-la reservada.

    Artigos relacionados:
    Economia doméstica para começar 2016 com pé direito!!!
    Dicas sobre Finanças

  • Planeja-se antes de viajar
  • Faça lima lista de tudo o que deverá ser usado durante os 4 dias de feriado, desde higiene pessoal a roupas que usará. Se no local onde estiver, não tiver lavanderia, não esqueça de levar uma pequena quantia de sabão para emergências.
    Comprar algumas bebidas e comidas em sua cidade ou quando chegar no local poderá ser uma excelente forma de economizar para não gastar tanto nas saídas.

  • Economize na alimentação
  • Aqui vão umas dicas de alimentos saudáveis e mais em conta nesse mês de fevereiro que está começando.

      – Frutas – abacate, ameixa estrangeira, carambola, coco verde, figo, fruta do conde (pinha), goiaba, jaca, laranja pera, maçã nacional e gala, pera nacional, pêssego estrangeiro, seriguela, uva Itália e rubi.
      – Verduras – escarola, hortelã e repolho.
      – Legumes – abóbora, gengibre, milho verde, pepino, pimentão, quiabo e tomate.

    Quando for fazer suas compras, lembre-se de levar frutas para comer entre um lanche e outro, além de ser saudável, poderá evitar de você ter que ir para a cozinha.
    Tente trazer alguns alimentos congelados para fazer onde estiver, como quibe assado, sanduiche natural, chup-chup, polpas de frutas, …Quanto mais puder economizar, mais fácil será recomeçar a quarta-feira e terminar o mês no azul!

    livia-croce
    Lívia Croce
    Coach, Empresária, Palestrante e Consultora Empresarial
    www.vivavocejf.com

    Economia doméstica para começar 2016 com pé direito!!!

    Oi pessoal! Tudo bem?

    Vamos tentar começar o ano de 2016 com as dívidas zeradas e com eliminação de gastos supérfulos. Um dos maiores gastos é o do dia a dia. Aconselho vocês a fazerem uma retirada semanal de quanto irão gastar e tentar fazer o máximo possível para não desviar para produtos desnecessários.

    pouparPor isso hoje estou aqui para dar uma dica para diminuir os gastos com alimentação e continuar mantendo uma alimentação saudável. É de grande importância a nossa alimentação ao longo da vida, assim como a prática de exercícios físicos para aumentar o bom triglicérides e dar mais ânimo em nosso dia a dia. E pedi minha amiga Vanessa Almeida pra me indicar alguns alimentos de maior abundância nesse mês de dezembro que poderá sair mais barato no seu bolso:

    Frutas: abacaxi, ameixa, banana-prata, cereja, coco verde, damasco, figo, tâmara, framboesa, graviola, kiwi, laranja-pera, limão, lichia, maçã, manga, maracujá, melancia, melão, nectarina, pêssego, romã e uva.
    Verduras: almeirão, cebolinha, endívias, erva-doce, folha de uva, hortelã, orégano, rúcula, salsa e salsão.
    Legumes: abobrinha, beterraba, cenoura, cogumelo, pimentão, tomate e vagem macarrão, cogumelo.

    Uma excelente receita para melhorar nossa imunidade é o suco verde sendo tomado de manhã ao invés do tradicional café. Eu mesma pude comprovar isso, dentro de 10 dias emagreci um quilo melhorando minha alimentação. Comi mais frutas durante o dia evitando muitas frituras, em alguns momentos substitui o pão francês por tapioca com queijo minas.

    Uma das minhas receitas de suco verde é:

  • 250 ml de água
  • 1 folha de couve
  • meia maçã
  • 1 banana
  • 1 pedacinho de gengibre
  • sumo de meio limão
  • Bater tudo no liquidificador e tomar.

    Existem várias maneiras de fazer o suco verde, aos poucos você poderá ir adaptando com o que tem na geladeira, como beterraba, cenoura, mamão, dentre outros.

    Dessa forma melhorará sua imunidade e ainda vai economizar!
    Semana que vem te mais dicas!!!

    Lívia Croce Coach, Empresária, Palestrante e Consultora Empresarial www.vivavocejf.com
    Lívia Croce
    Coach, Empresária, Palestrante e Consultora Empresarial
    www.vivavocejf.com

    Dicas sobre Finanças!

    Olá pessoal, estarei em continuidade aqui para deixar algumas dicas importantes sobre finanças e fico a disposição para perguntas, que posteriormente responderei.
    Hoje podemos falar macro economicamente, das mulheres lutadoras, guerreiras que veem galgando mais espaço no mercado econômico financeiro, empresas e departamentos governamentais.  Porém às vezes deixamos nos levar com compras excessivas, viagens ou despesas  não orçadas e acabamos nos sufocando com dívidas e vencendo todas no mesmo momento.
    Então vou deixar uma pergunta para cada uma de nós:
    Na hora de comprar a 15º calça preta que você já tem no armário, que nem usou ainda, qual a melhor reflexão que devemos fazer?
    – Reflita antes de comprar. Não seja compulsiva.
    – Realmente eu preciso comprar? Onde vou usa-la? Eu já tenho várias, devo usar as que tenho? São todas iguais.
    Veremos que compramos por impulso. Uso como exemplo a calça preta, mas é em tudo que gastamos.

    Então:
    A primeira dica é:
    -Analisar custo benefício, realmente necessito disso? Em que vai me agregar resultados?

    Segunda dica
    – Após conter os gastos, você deve organiza-los de forma a alongar o prazos das dívidas, pois assim as parcelas ficam menores facilitando para você no mês a mês.

    Terceira dica:
    – Procure pagar a fatura do cartão de crédito sempre cheia, isso é 100% da fatura,
    pois os juros do cartão de crédito para parcelar são muito caros. Se não tiver para pagar tudo, peça no banco com um prazo condizente como que você pode pagar no mês a mês e pague 100% da fatura. OBS: só não compre mais para aumentar a dívida.

    Bom, nas próximas postagens poderemos falar de mais tópicos, se alguém precisar de um tópico específico pode me enviar, ou se tiver alguma dúvida pessoal, pode perguntar. Eu responderei.

    Abraços

    benildes
    Autora: Benildes Curbani.