Porquê durante a menopausa engordamos?

É normal ouvirmos falar de mulheres que ganham peso durante a fase da menopausa. Mas não podemos afirmar que a menopausa é a razão para engordarmos. o ganho de peso está pricipalmente relacionado ao envelhecimento e à mudança de estilo de vida.
A ansiedade que é um dos sintomas mais comuns da menopausa, pode ajudar que haja uma vontade maior em comer alimentos diferentes e em mais quantidade do que estamos acostumadas. Por isso é importante controlar a ansiedade, através de exercícios físicos que por sua vez, tambem auxiliam a manter um peso e condição saudáveis..
Para além da ansiedade o ganho de peso pode ser associado a vários outros fatores e adversidades que ocorrem na nossa saúde com o avanço da idade. Por isso, nesta fase fundamental prestarmos um cuidado especial a nos mesmas, através da alimentação, evitando dietas calóricas, cuidando do corpo e da mente.

Com o avanço da idade tambem existe um tendência a se acomodar, o que certamente influencia no ganho de peso. Por isso, nada de ceder aquela preguicinha que impede você de fazer sua caminhadas diárias, seu pilates, sua natação etc… Mantenha um ritmo de vida sempre ativo, especialmente agora.

Aposte em exercícios direcionados à sua idade, sem exageros, e uma vida com hábitos saudáveis ajudarão, na manutenção do peso saudável como tambem trará benefícios ao seu coração, diminuindo a chance de ter problemas cardiovasculares.

Confira alguns conselhos para esta nova fase da vida:

– Poucas calorias e muitas fibras são a combinação perfeita para uma vida saudável, por isso faça uma dieta rica em vegetais e frutas. .

– Procure tomar seus sucos, cafés e chás ao natural , sem açúcar nem adoçante.

– Prefira sempre grãos integrais (cereais, pães, massas, arroz).

– Não “incentive” os fogachos (calores), para isso deve evitar comidas picantes, álcool ou cafeína.

– Consuma mais peixe, especialmente aqueles que contêm doses altas de Ômega 3, como o salmão pelo menos duas vezes na semana.

– Evite o sal! Reduza o sódio quanto mais melhor.

– Não se acomode, procure sempre nova atividades para sua vida ficar mais agitada.

fonte: http://www.viva50.com.br

Saiba mais sobre a menopausa nos artigos relacionados:
Terapia de reposição hormonal
Compreenda melhor a menopausa

Melissa Corrêa
Melissa Corrêa
Designer, Marketeira, melissacorrea.niponica.net

Ser Alcalino

Gostaria de compartilhar com vocês leitoras a importância de ser alcalino. Eu já emagreci mais 1,5 kg (2,5 kg no total) até hoje tentando manter uma dieta mais alcalina. A maça é o alimento que não falta na minha dieta diária, ela é ótima para a voz e para melhorar o pH do corpo.

COMO FUNCIONA O PH?

O PH do corpo afeta toda a nossa saúde, equilibrá-lo é um passo importante para manter a saúde física, mental e emocional, é vital para a saúde de todo o nosso organismo. O equilíbrio entre acidez e alcalinidade, e sua importância para a saúde, pode ser explicado de um modo simples. Este equilíbrio é essencial para uma boa saúde de todo nosso corpo.

O QUE FAZ UM ALIMENTO ALCALINIZANTE?

Um alimento alcalinizante remove os íons de hidrogênio do corpo, tornando-o mais alcalino.
O limão é um dos melhores alimentos alcalino. Ao contrário do que as pessoas pensam, após a digestão ajuda a remover os íons de hidrogênio, reduzindo a acidez do corpo.
Acidose, ou o excesso de acidez nos tecidos do corpo é uma das causas fundamentais das doenças, especialmente as doenças artríticas, reumáticas, diabetes, úlceras, hipertensão arterial, câncer, problemas cardíacos.
Outros sintomas podem incluir insônia, retenção de água, enxaquecas, prisão de ventre com diarreia, cansaço, sensação de queimação na língua e na boca e halitose.

MEU DEPOIMENTO

Senti aumento mais disposição física, melhor rendimento no trabalho e menos enxaqueca. Antes eu vivia tomando remédio para dor de cabeça e atualmente não tenho mais tomado.

PROMESSAS PARA O FUTURO

Nesse momento comprometo com vocês leitoras a fazer caminhada e abdominal, pois não gosto muito de malhar, embora acho muito importante, e vou tentar fazer isso no próximo ano. Na segunda-feira começarei! Vou tirar minha medida abdominal e vou contar pra vocês como estou me sentindo.

SUA PROMESSA

Quem quer entrar comigo nessa? Você gostaria de ter uma saúde melhor? De emagrecer de forma saudável e sem muito esforço? Entre comigo nessa trajetória e conte pra mim como está sendo sua vida com adoção de suco verde de manhã, e com mais frutas e alimentos saudáveis em seu dia a dia.
Tendo dúvidas busque um nutricionista para não errar. Estou dando algumas dicas, mas é sempre bom procurar seu médico para verificar quais exercícios você pode fazer e quais alimentos são mais apropriados para você.
Quero ver sua história aqui na semana que vem!!!!

Lívia Croce Coach, Empresária, Palestrante e Consultora Empresarial www.vivavocejf.com
Lívia Croce
Coach, Empresária, Palestrante e Consultora Empresarial
www.vivavocejf.com

Ex-obesa usa sobras da sua pele para denunciar as ofensas que ouviu

Todos sabemos que os padrões de beleza determinados e pela sociedade pela mídia são preconceituosos e todos os dias causam problemas sérios na vida de muitas pessoas.
A obesidade não é saudável, isso é uma verdade, porém não é menos verdade que qualquer pessoa um pouco acima do peso está sujeito a todo o tipo de ofensas a respeito de sua aparência.

Foi o que aconteceu com Stephanie Seabrook, uma americana de 28 anos, que pesava 154 kg, antes de fazer uma cirurgia de abdominoplastia, e que viu nas agressões verbais uma forma de chamar atenção do mundo. Ela escreveu todas as piadas cruéis que recebeu sobre seu corpo na região abdominal e tudo o que ela própria tinha vontade de gritar na frente do espelho. São palavras como “depressão“, “raiva“, “sem sexo” ou “cara de bunda” que faziam parte do dia a dia.

A ideia seria cortar as peles para tentar fazer as pazes com as memórias daquilo que um dia sofreu.

Fotos © Caters News Agency
fonte: hypeness.com.br

Receita para ajudar a acelerar o crescimento do cabelo

O nosso cabelo cresce lentamente, na maioria dos casos leva cerca de 1 mês para crescer apenas 1 cm, mas muitas pessoas nem têm essa sorte e mal vêm seus fios a crescer.
Dos fatores que contribuem para o retardamento do crescimento e para a falta de saúde capilar são por exemplo, o fumo, a bebida em excesso, o uso diário de produtos químicos agressivos, como shampoos, tintas e outros usados em tratamentos como progressivas e alisamentos, conforme comprovou Katherine Martinko , assim como o estresse e muitas vezes problemas hereditários.

Antes de iniciar qualquer tipo de tratamento é preciso corrigir hábitos nocivos, caso contrário as chances de sucesso são ainda menores.

A primeira dica é hidratar os fios bebendo muita água.
Depois é preciso cuidar da alimentação, consumindo frutas, verduras e gordura e proteína de boa qualidade como por exemplo: brotos, castanhas, sementes de girassol, abóbora, linhaça, quinoa, cogumelos, peixes como sardinha e bacalhau.

O óleo de coco tem muitos usos medicinais e também é ótimo para a pele e o cabelo.
Ele tem uma poderosa capacidade hidratante, é facilmente absorvido e faz uma profunda limpeza no couro cabeludo.

Esta receita caseira e totalmente natural combina óleo de coco com outros óleos medicinais que também possuem a capacidade de estimular o crescimento dos fios.

INGREDIENTES

  • 1 colher (chá) de azeite extravirgem de oliva
  • 2 gotas de óleo essencial de tea tree*
  • 2 gotas de óleo essencial de alecrim*
  • Meia xícara de óleo de coco
  • * Vende em lojas de produtos naturais ou de artigos para aromaterapia

    MODO DE PREPARO

    Coloque o óleo de coco em um recipiente de vidro e adicione aos poucos os outros ingredientes.
    Mexa muito bem, para que os óleos fiquem suficientemente misturados.
    Mantenha a mistura em um recipiente fechado.

    estimulador%2Bdo%2Bcabelo%2B-%2B%25C3%25B3leo%2Bde%2Bcoco%2B-%2Bcabelo

    MODO DE APLICAÇÃO

    Aplique o produto no couro cabeludo seco, antes de tomar banho.
    Cubra com uma touca e deixe agir durante 15 minutos.
    Em seguida, lave seu cabelo como de costume.

    Veja aqui mais receitas caseiras com óleo de coco.

    Melissa Corrêa
    Melissa Corrêa
    Designer, Marketeira, melissacorrea.niponica.net

    Alternativa natural aos shampoos – incrível!!

    O uso do shampoo é algo dado como mandatório nos rituais de higiene e beleza de todo mundo. As publicidades na TV e nas revistas prometem soluções miraculosas para um cabelo super lindo e saudável. Mas a verdade é que nunca estamos satisfeitas por muito tempo, o cabelo fica bom durante um tempo mas depois se acostuma à química e vai perdendo o viço e a saúde. Nesse momento é preciso trocar a marca e pronto, problema resolvido! Temporariamente claro…

    É por isso que existem pessoas que começaram testando outras formas de higienizar e perfumar os seus cabelos, hoje vamos falar de um caso assim. A sugestão de Katherine Martinko pode parecer bizarra mas é sem dúvida ecológica, sustentável e provavelmente melhor para a saúde do seu cabelo. Ainda que possa ser uma opção arriscada, para aqueles cabelos descoloridos com tendência a ficarem hiper secos. Mas este não é o caso dela, para Katherine os resultados são surpreendentemente positivos.

    Tudo começou quando Katherine reparou no cabelo brilhante e sedoso de uma amiga, que lhe contou que o segredo era deixar de lado os produtos. Foi assim que começou um desafio de passar 18 meses de cabelo ao natural, sem shampoo ou condicionador, usando vinagre de maçã e bicarbonato de sódio para lavar o cabelo, o que só deveria ser feito a cada 4 ou 5 dias.

    Não foi preciso esperar 18 meses para ela ficar maravilhada com o resultado. Ao fim de um mês, ela já notava grandes diferenças.
    O método é sem dúvida muito mais econômico que o uso tradicional de produtos de beleza e com resultados melhores.

    Funciona da seguinte maneira:
    O bicarbonato de sódio age para remover a gordura dos fios oleosos, que não usa shampoos para o seu cabelo, apenas bicarbonato de sódio. O pH do bicarbonato de sódio é alcalino, ele acaba abrindo as escamas dos fios. O vinagre de maçã, com seu pH ácido, contribui para fechar as cutículas e manter os fios sedosos e brilhantes.

    E aí, topam arriscar e partilhar com a gente os resultados?

    Veja aqui mais uma receitinha incrível para cuidar naturalmente do crescimento dos seus fios!

    fonte: www.treehugger.com

    Melissa Corrêa
    Melissa Corrêa
    Designer, Marketeira, melissacorrea.niponica.net

    O índice glicêmico é aliado da dieta

    Conhecer o índice glicêmico auxilia na perda de peso e ajuda a controlar a gula.

    Usado como um aliado de quem pretende controlar aumento de peso, diabetes e doenças cardiovasculares, o índice glicêmico (IG) ganha popularidade cada vez maior no Brasil. Se antes ele estava restrito a conversas entre profissionais da saúde, hoje em dia os fabricantes até já cogitam incluir essa informação nos rótulos dos produtos.

    Enquanto isso não acontece, pode ir se familiarizando com este indicador nutricional. Ele mede a velocidade com que os níveis de insulina aumentam em resposta à rapidez com que a glicose entra na corrente sangüínea.

    Para entender melhor o que isso quer dizer, basta olhar para o seu prato de comida. Grande parte dos alimentos, em especial os carboidratos, são transformados em glicose no organismo e glicose nada mais é do que um tipo de açúcar, usado como fonte de energia por todos os nossos órgãos. A insulina, hormônio produzido pelo pâncreas, é que transporta a glicose pelo sangue até as células e mantém os níveis de açúcar estáveis.

    Altos níveis de Glicose aumentam a excreção do hormônio insulina, que em excesso é prejudicial ao organismo (hiperinsulinemia). Isso pode levar a ganho de peso, diabetes tipo II,. hipertensão arterial e doenças cardiovasculares.

    Os alimentos estão divididos em três categorias de índice glicêmico: baixo (IG menor ou igual a 55); médio ( IG de 56 a 69) e alto (maior ou igual a 70). Quanto maior a quantidade de insulina exigida para que o alimento seja metabolizado, maior é seu IG. Ou seja, o índice revela a velocidade com que cada guloseima será absorvida pelo organismo.

    – FONTES DE CARBOIDRATO: pão, batatas, arroz, tubérculos, verduras, frutas, açúcar, doces e muitos alimentos industrializados.

    O ALIMENTO COM CARBOIDRATO QUANDO INGERIDO, CONVERTE-SE EM GLICOSE ENTRA NO SANGUE CHEGA A CADA CÉLULA FORNECE ENERGIA OU TRANSFORMA-SE EM GORDURA.

    – Isso acontece com todos os alimentos que contem carboidrato, quer seja uma cenoura ou um pedaço de bolo. O que difere é exatamente a rapidez com a qual isso ocorre.
    Em termos muito simples, o IG é a medida dessa velocidade. Alimentos com índice glicêmico alto são rapidamente convertidos em glicose, enquanto alimentos de índice glicêmico baixo são convertidos mais lentamente. Por isso dizemos que: “DEVAGAR É O CORRETO”

    ALIMENTOS DE BAIXO IG LEVAM MAIS TEMPO PARA SEREM DIGERIDOS, PORTANTO A SENSAÇÃO DE SACIEDADE SE PROLONGA POR MAIS TEMPO.

    PARA BAIXAR O IG DE QUALQUER REFEIÇÃO:

    Sopa: Inclua proteína (peixe, frango, carne magra), legumes e verduras;

    Massa: Use as integrais com mais fibra. Prepare-as al dente e misture proteína e/ou

    Risoto: Troque o arroz branco por arroz integral ou acrescente farinha de linhaça;

    Sanduíche: Prepare-o com pão integral (com grãos), frango, peixe ou carne magras e acrescente folhas verdes, acrescente uma fibra também (salpique farinha de linhaça);

    Bolo, Biscoito e Panqueca: Substitua a farinha de trigo branca por farelo e aveia ou farinha de coco ou farinha de amêndoas, acrescente também semente de linhaça ou chia;

    Pão: Troque a farinha branca por farinha de trigo integral ou farinha de aveia, acrescente ainda farelo de aveia, semente de linhaça, gérmen de trigo, nozes e sementes.

    PARA MONTAR UM PRATO COM IG BAIXO:
    Escolha alimentos de carga glicêmica (CG) baixa ou média. Quando isso não for possível, combine o alimento de CG alta com uma fonte de fibra OU proteína magra OU gordura saudável.

    – Cevada e Cevadinha / Trigo Sarraceno / Trigo para quibe / Quinua
    – Os grãos são ótimos – diminuem o IG dos alimentos quando acrescidos a eles e ainda podem ser substituir alguns alimentos como arroz e batata.

    Como Preparar: Basta jogá-los em água fervente ou consumi-los como grãos em flocos.

    – Utilize a forma cozida como acompanhamento de carnes, ingredientes de guisados, sopas ou cozidos (no lugar da batata e macarrão)
    – Como base de saladas – aumenta a quantidade de fibras;
    – Como farinha para fazer pão (prefira a farinha de cevada e de trigo sarraceno).
    – Na forma de grãos em flocos como cereal matinal – Quinua.

    Verduras/Legumes/Leguminosas (feijão, lentilha, grão-de-bico)
    Acrescente boa porção nas principais refeições.

    FRUTAS

    Alguns tipos têm CG alta porque concentram muita frutose (açúcar da fruta). Porem têm outros nutrientes valiosos, necessários ao bom funcionamento do corpo. Por isso devem ser ingeridos, apenas economize no tamanho da porção (ingira uma porção por vez) e evite comer dois tipos (ou mais) ao mesmo tempo. A melhor estratégia é combinar as frutas com uma proteína (ovo) ou gordura boa (castanhas, coco, abacate) ou fibras (linhaça, quinoa, chia, aveia). Também evite consumi-las maduras demais (a concentração de açúcar aumenta).

    PRODUTOS INTEGRAIS

    Por ter fibras, elevam bem menos a taxa de glicemia que os produtos refinados. Mas controle a porção, em excesso esses alimentos aumentam a CG e favorecem o ganho de peso. Observe também o rotulo para ser integral de verdade, precisa ter mais farinha de trigo integral do que branca e ter acima de 2g de fibra por porção (em média 30g).

    PROTEÍNA

    Prefira as versões magras (carne magra, peito de frango, peixe). É uma ótima parceria para baixar o IG e CG da refeição.

    GORDURA

    Tem digestão ainda mais lenta que a proteína e substâncias anti-inflamatórias importantes. Fique atenta a quantidade e qualidade da gordura. Prefira os alimentos que carregam gordura boa (azeite de oliva, abacate, linhaça, castanhas, coco).

    Equilibre o IG

    Veja a tabela e conte com ela para montar pratos que vão matar a fome e não a sua auto-estima diante da balança.

    Alimentos com alto Índice Glicêmico
    Gatorade – 91
    Batata Assada – 85
    Flocos de Milho ½ xícara – 84
    Bolo de Arroz – 82
    Batata-inglesa assada em microondas – 82
    Bala jujuba – 80
    Wafers de baunilha – 77
    Creme de trigo instantâneo – 74
    Mel – 73
    Melancia 1 fatia média – 72
    Pão branco 1 fatia média – 70
    Pão de trigo integral 1 fatia média – 69
    Farelo de Trigo – 69
    Refrigerante Fanta – 68
    Chocolate – 68
    Cuscuz – 65
    Açúcar – 65
    Passas 1 colher de sopa – 64
    Sorvete 61

    Moderado
    Suco de Laranja 3/4 de copo – 57
    Batata Cozida – 56
    Arroz Branco – 56
    Arroz Integral – 55
    Pipoca – 55
    Milho – 55
    Batata-doce – 54
    Banana bem madura 1 unidade – 52
    Ervilhas verdes – 48
    Feijões cozidos – 48
    Arroz branco parboilizado – 47
    Sopa de Lentilhas – 44
    Laranja 1 unidade média – 43
    Espaguete (sem molho) – 41
    Pão de Centeio Integral 1 fatia – 41
    Suco de Maçã (sem açúcar) 3/4 de copo – 41

    Baixo

    Maçã 1 unidade média – 36
    Pêra 1 unidade média – 36
    Iogurte com frutas desnatado – 33
    Grão-de-bico – 33
    Leite desnatado – 32
    Banana Verde 1 unidade média – 30
    Lentilhas – 29
    Feijões – 27
    Leite Integral – 27
    Frutose (açúcar da fruta) – 23

    SusanTribess
    Autora: Susan Tribess
    Nutricionista

    7 alimentos e suplementos poderosos para um envelhecimento saudável

    O envelhecimento saudável é uma grande prioridade para mulheres com mais de 50. Estamos no caminho certo para viver mais tempo do que qualquer geração antes de nós e queremos ter certeza de que esses anos extras são cheios de vitalidade e felicidade.

    Para além da prática regular de exercícios, um dos “pilares” do envelhecimento saudável é a nutrição. Mas, com tantos estudos conflitantes (para não mencionar campanhas publicitárias) lá fora, é difícil saber o que realmente funciona.

    Para ajudar a desmistificar nutrição para as mulheres mais velhas, falamos com alguns especialistaspara ajudar as mulheres mais velhas a atingir um estado de bem-estar positivo.

    Falamos sobre suplementos e sobre como obter as vitaminas e minerais que seu corpo precisa durante o processo de envelhecimento através de alimentos orgânicos frescos.

    Quais são os seus alimentos saudáveis favoritos?
    Que princípios envelhecimento saudável você aplica em sua vida?

    Magnésio

    O magnésio, um mineral, encontrado no solo, é essencial para muitos processos em nossos corpos. Infelizmente, o magnésio no nosso solo empobrecido tornou-se ao longo dos anos, devido ao uso de fertilizantes químicos. Como resultado, muitos de nós podem não estar recebendo o magnésio que precisamos, mesmo que consumam “alimentos saudáveis”. O problema é ainda pior para aqueles que comem um monte de alimentos processados.

    Pergunte ao seu profissional de saúde se faz sentido para você tomar um multi-vitamínico para compensar essa deficiência.

    Enquanto você está falando com seu médico sobre magnésio, certifique-se que este tenha cálcio tambem, pois é natural haver uma necessidade crescente especialmente nas mulheres no aumento do consumo de cálcio, para contornar problemas relacionados com os ossos. Mas o equilíbrio é fundamental e não devemos pecar nem por defeito ou por excesso. Então, fale com o seu médico para descobrir o que é a sua situação.

    Vitamina D

    A vitamina D é essencial para muitos processos no corpo. É essencial para a saúde dos ossos e, de acordo com, pelo menos, um estudo recente, que pode ajudar a combater os sintomas de depressão.

    Você provavelmente sabe que nós obtemos a maior parte da nossa vitamina D através do sol. Infelizmente, muitos de nós vivem em climas onde não obter a vitamina D que nosso corpo precisa. Outros simplesmente passam muito tempo em lugares fechados.

    Se você está procurando uma maneira de aumentar a sua ingestão de vitamina D, tente ingerir peixes gordos e gemas de ovos. Ou, se o seu médico diz que você precisa de um suplemento, há uma abundância de grandes opções lá fora. Como com qualquer coisa, a informação é poder. Não suponha que seus níveis de vitaminas e minerais estão em equilíbrio. Levá-los controlados por um profissional.

    Iodo

    O iodo é um pouco incompreendido. Desde o sal de mesa inclui a palavra “iodado,” muitos de nós acreditamos que está fornecendo mais do que suficiente iodo. Ma isso não é verdade. Em vez disso, devemos considerar o uso de sal marinho.

    Claro que, o sal é uma substância complicado. Precisamos de sal – apenas não muito sal. Então, certifique-se que você medir sua pressão arterial regularmente e conversar com seu médico sobre como equilibrar o seu consumo de iodo.

    Óleos de peixe

    Você provavelmente sabe que o óleo de peixe pode ser uma excelente fonte de ômega-3 ácidos graxos saudáveis. Mas, você sabia que, quando combinado com o exercício, óleos de peixe podem ajudar você a viver uma vida mais longa e saudável?

    De acordo com este relatório, adultos mais velhos com níveis relativamente altos dos 3 tipos de ômega-3 ácidos graxos tiveram 27% menos chance de morrer de qualquer causa do que as pessoas em outras categorias.

    Quais são os seus pratos de peixe favoritas? Deixe-nos saber nos comentários no final deste artigo.

    Probióticos e prebióticos

    Tem havido muita discussão ultimamente sobre a importância de manter um “intestino saudável.” De acordo com a WebMD, “Probióticos são” as boas bactérias que ajudam a manter o seu sistema digestivo saudável, controlando o crescimento de bactérias nocivas. Eles vão dizer que “prebióticos” são carboidratos que são alimentos para os probióticos. Assim, os dois trabalham juntos.

    Para ser honesto, eu estava um pouco cético sobre probióticos e prebióticos na primeira. Dito isto, recentemente, meu filho me convenceu a dar kefir um tiro. Meu Deus, que diferença! Claro, todo mundo é diferente, mas, desde que eu comecei a beber kefir, eu perdi muito peso (confie em mim, isso é uma coisa boa no meu caso) e eu tenho muito mais energia.

    Eu vou ter muito mais a dizer sobre kefir no futuro – e eu posso até publicar um vídeo de como fazê-lo. Nesse meio tempo, pergunte ao seu médico se o aumento de sua exposição a probióticos e prebióticos poderia colocá-lo no caminho para o envelhecimento saudável.

    Glúten

    O glúten é outro tema que tem ganhado muita atenção recentemente. A verdade é que muitos estudos recentes têm mostrado que a maioria de nós pode tolerar o glúten. Mas para as pessoas que não são capazes de tolerar o glúten, vai fazer muita diferença retirá-lo da sua dieta.

    Se sentir fraco, com inflações recorrentes, se tiver dores constantes, inchaços, experimente retirar o glúten indo por um tempo para ver se ele faz a diferença.

    Você dá importência para os seus Óleos?

    Finalmente, cada um de nós deve se certificar de que temos o suficiente óleos saudáveis em nossa dieta. Há um equívoco que “todos os óleos são ruins”, o que não é absolutamente o caso. Por exemplo, as gorduras em nozes, peixes e abacates são excelentes fontes de óleos saudáveis. Você também pode querer tentar o óleo de coco.

    Nutrição e exercício são tão importantes quando se trata de envelhecimento saudável. Cabe a cada um de nós ter certeza de que estamos recebendo a nutrição que os nossos corpos e cérebros merece.

    Quais são as suas favoritas alimentos saudáveis? Você fez alguma alteração em sua dieta, que recentemente, que teve um impacto positivo sobre a sua energia ou saúde em geral? Por favor, junte-se a conversa, curta e compartilhe este artigo para manter a discussão indo.

    fonte: sixty and me

    Raíz de Maca – Elixir para a saúde da mulher

    Maca é uma raiz Peruana, que contém um sistema de raízes complexo que penetra bem na terra dos Andes e extrai todos os minerais pré-históricos lá guardados.
    É um super alimento incrível para o equilíbrio hormonal e é benéfico tanto para as Mulheres (alívio dos sintomas do período e menopausa) e Homens (melhora a fertilidade).
    Maca também é um grande adaptogeno que ajuda a:

    • diminuir os níveis de stresse
    • aumenta a força, resistência e libido
    • proporciona energia e resistência.

    Ela funciona com os ritmos e as necessidades do nosso próprio corpo (entra em acção quando sente que estamos a precisar).
    Rica em cálcio, fósforo, magnésio, potássio, Vit B1, B2, C, E e ferro. Ela contém grande quantidade de minerais como zinco e selênio e é ótimo para os desequilíbrios menstruais, falta de libido, infertilidade, os sintomas da menopausa e stresse, mas também para doenças como a anemia, fadiga, depressão, memória fraca, tuberculose e desnutrição.

    Podem acrescentar maca em pó diariamente seja num chá ou batido.
    Tente adicionar maca na sua dieta e perceber os benefícios.

    Voce pode adquirir este produto facilmente em qualquer loja de produtos naturais.

    Melissa Corrêa
    Melissa Corrêa
    Designer, Marketeira, Amante da Saúde e Viajante

    Cuidados com a pele após os 40 anos

    Nunca é tarde para cuidar da pele. Depois dos 40 anos, é comum aparecer manchas, rugas e flacidez, males que podem ser amenizados ou evitados com o uso de produtos adequados e algumas práticas que não podem ser deixadas de lado. Cuidados essenciais como beber muita água, não fumar, manter uma alimentação equilibrada, não abusar de bebidas alcoólicas, praticar exercícios e evitar o estresse também devem ser lembrados quando o assunto é barrar o evelhecimento. Confira as recomendações dos especialistas e mantenha a pele jovem e saudável.

    Esfoliação sempre
    Recomendado para todas as idades, especialmente para pessoas que sofrem com a pele oleosa e acneica, a esfoliação é especialmente indicado para quem tem mais de 40 anos, pois servem para retirar manchas e devolver a oleosidade natural da pele, retirando a pele seca e as células mortas que se torna frequente com a menopausa. Também recomenda-se peelings médios e profundos para estimular a produção do colágeno, essencial ao rejuvenescimento.

    Não abandone o filtro solar
    Usar protetor solar nunca foi tão importante quanto nessa idade. Qualquer excesso de exposição ao sol pode prejudicar a pele da mulher acima dos 40 anos, porque ela está mais sensível às ações do envelhecimento. Rugas, manchas e até câncer de pele podem ser evitados com o uso diário do filtro.

    Sempre retire a maquiagem antes de dormir
    Não importa a idade: muitas mulheres têm preguiça de retirar toda a maquiagem antes de dormir e aplicar loções tônicas. Mas, após os 50 anos, esse ritual deve ser seguido à risca em qualquer caso, pois a pele está mais sensível a descuidos. Dormir com a maquiagem pode deixar manchas e marcas com facilidade, pois o cosmético irá entupir os poros, impedindo a pele de respirar. Aplique o demaquilante com um algodão, lave o rosto para retirar a oleosidade e use apenas produtos adequados para o seu tipo de pele.

    Invista nas vitaminas
    Se você tem a pele manchada pela ação do sol ou do tempo, saiba que o problema pode ser resolvido com cosméticos ricos em vitamina C e vitamina E, ou mesmo a ingestão desses nutrientes. As vitaminas clareiam manchas e combatem os efeitos do fotoenvelhecimento, aquele causado pela exposição ao sol. Elas também estimulam a produção de colágeno, mantendo a pele firme e com menos rugas. Mas lembre-se sempre de consultar um dermatologista antes de comprar qualquer produto. Boas fontes de vitamina C são abacaxi, acerola, agrião, laranja, limão, kiwi, rúcula, e espinafre. Já a vitamina E pode ser encontrada em alimentos como gérmen de trigo, óleos vegetais, gema de ovo e vegetais folhosos.

    Produtos anti-idade contra flacidez
    É importante que o creme antirrugas para essa idade tenha: ação tensora, que ajuda a manter a pele mais firme; as vitaminas já citadas e a vitamina A, mais conhecida como retinol. Mas preste atenção: esse retinol é diferente do ácido retinoico, que é um derivado da vitamina A. Apesar de ter efeito mais demorado, o retinol é melhor para essa faixa etária por ser menos irritante. Ele é responsável por renovar as camadas da pele, melhorando a textura e elasticidade.

    Faça uma limpeza de pele mensalmente
    A limpeza de pele faz a desobstrução dos poros, deixando a pele respirar melhor e evitando pequenos carocinhos e imperfeições que ficam mais visíveis nessa época. Esse cuidado promove a renovação da pele, retirando a camada com manchas, acne, oleosidade e células envelhecidas. Você pode fazer em casa, com produtos simples, como aveia, mel, clara de ovo, abacate, açucar, azeite de oliva, ou em clínicas de estética.

     

     

     

    Dicas para começar a sua semana cheia de energia

    Segundo pesquisa do Ibope 98% dos brasileiros andam se sentindo exaustos.
    Damos alguns conselhos para começar a semana com energia.

    Mesmo depois de descansar no final de semana muitas de nós acordam na segunda feira com uma sensação de cansaço indescritível.
    O stress, complicações no sono, a alimentação e o sendentarismo são os principais inimigos da vitalidade.
    Juntamos algumas dicas para ajudá-los a não conviver diáriamente com cansaço.

    Rir é o melhor remédio!
    Quando nós rimos, o corpo relaxa e sente prazer o cérebro liberando anticorpos e hormônios, como endorfina e serotonina.
    Esta reação faz com que a imunidade melhore e o cansaço mental reduzia.
    Até o próprio ato de sorrir, é capaz de induzir o cérebro a pensar que está feliz.
    Por isso fale besteiras, veja comédias, faça programas com seus amigos e sorria, sempre!

    Exercite-se.
    A primeira coisa que abdicamos quando estamos cansadas é o exercício, mas saiba que isso só piora as coisas, pois para além de aumentarem a força física, durante a prática de exercícios, hormônios do prazer são liberados, relaxando a mente e combatendo o desânimo emocional.
    Crie uma rotina, de algum exercício que lhe dê prazer e coloque na sua agenda um horário reservado para esa tarefa.
    20 minutinhos por dia é mais do que suficiente para te dar energia por um bom tempo.
    Vale tudo: andar, nadar, correr, fazer sexo, depende de você.

    Evite alimentos pesados e gordurosos
    Especialmente durante a semana. Aposte em alimentos ricos em fibras, evite açucar, reduza alimentos ricos em gluten, prefira grelhados, legumes, saladas, grãos integrais e muita água.
    Para processar a digestão, o corpo altera a circulação sanguínea para o processo digestivo e quanto mais gordura é consumida, mais é exigido do intestino.
    Porcausa disso o cérebro é menos irrigado com sangue, o que causa aquela sensação de sonolência e falta de energia.

    Antes de ir dormir, desligue-se dos seus gadgets.
    Televisão, computador, celular, tablet – estes aparelhos estimulam o cérebro e as suas luzes desses aparelhos impedem-nos de produzir o hormônio do sono, por isso opte pela escuridão total na hora de se preparar para dormir, o ideal é desligar tudo meia hora antes.

    Diga não ao café
    Café produz um pico de energia que se segue por um pico de cansaço, semelhante ao que ocorre com o consumo de açucar.
    De manhã água quente com limão e alguns chás, como o chá verde são substitutos fantásticos.

    Melissa Corrêa
    Melissa Corrêa
    Designer, Marketeira e Viajante